6min. de leitura

A sua escrita revela a sua personalidade!

A personalidade humana se expressa sob várias formas: por meio das cores, dos rabiscos que fazemos ao falar ao telefone por exemplo, e até mesmo por meio da escrita.

A Grafologia é a ciência que estuda os estados biopsicossociais do ser humano por meio da escrita.


Através de um manuscrito, um Grafólogo bem preparado consegue identificar centenas de características com precisão.

A Grafologia é reconhecida em diversos países; no Brasil ainda não possui reconhecimento, porém, a sua utilização cresce a passos largos, principalmente para selecionar candidatos (Recursos humanos), mas também é utilizada na orientação vocacional e matrimonial; na avaliação da confiabilidade dos réus e das testemunhas; por professores e pedagogos para avaliar possíveis distúrbios de aprendizagem; por coachs de vida e etc.

Nos dias de hoje, escrever à mão é cada vez mais raro, devido à tecnologia, tudo é feito a partir de alguns cliques e toques na tela, o que traz enormes prejuízos, é o que salientam muitos profissionais da área: escrever à mão ajuda a desenvolver o cérebro!


A Grafologia é um teste projetivo. Ao escrever, o analisado projeta toda sua intimidade na folha de papel.


O que a minha escrita diz sobre mim? 

Vejamos algumas características identificáveis:

Grau/nível de:


  • Confiabilidade
  • Periculosidade
  • Sociabilidade
  • Erotização
  • Inteligência
  • omunicabilidade
  • Psicopatologias
  • Saúde
  • Independência
  • Autonomia
  • Discrição
  • Adaptação
  • Concentração
  • Confiança
  • Flexibilidade
  • Liderança
  • Motivação

O que um Grafólogo analisa em um manuscrito? 

A Grafologia não analisa letras. Este é um dos grandes mitos sobre esta ciência. O Grafólogo analisa o traço gráfico. Se analisasse as letras, seria impossível analisar uma escrita ilegível ou até mesmo na língua chinesa.

Na Grafologia clássica, o Grafólogo analisa por exemplo, o tamanho da escrita, a inclinação, as margens, a organização do texto, a velocidade e a direção das linhas.


Como conhecer as pessoas por meio da escrita?

O Grafólogo solicita uma redação (texto com assinatura) em papel sem pauta com caneta esferográfica ponta grossa. Em folha pautada por exemplo, ou até mesmo com lápis ou lapiseira, a qualidade da análise é prejudicada consideravelmente. Analisar poucas linhas ou um bilhetinho é muito desrespeito com o ser humano, do ponto de vista grafológico.

1) Tamanho das letras

 

O tamanho das letras revela o grau de extroversão. Quanto maior forem as letras, maior será a comunicabilidade do analisado. Letras pequenas denotam timidez, introversão. Tamanho médio indica que o sujeito possui equilíbrio na esfera da extroversão.


2) Inclinação das letras

Quando a inclinação é para a direita, conforme a foto acima, indica busca de contato, sociabilidade. Dinamismo. Extroversão. Quando muito inclinada para a direita indica impulsividade e necessidade de chamar a atenção. A escrita “tombada” para a esquerda é comum em pessoas que não gostam de expor a vida pessoal. Também indica timidez.


3) Direção das linhas

Linhas que sobem indicam otimismo, energia,ambição e até mesmo impulsividade.

Quedas nas linhas são indicativo de tristeza. Se a queda for muito acentuada é indício de depressão.

Na escrita do exemplo 2, a direção das linhas é considerada mista, o que denota oscilações significativas de humor e de produtividade.


4) Margens

Quando o analisado “não escreve” na margem direita (deixa muito espaço em branco), indica medo do futuro.

Quando há pouco espaço em branco na margem esquerda,pode indicar apego ao passado e pouca autonomia.


5) Distância entre as palavras 

Palavras muito próximas indicam necessidade de contato como na foto acima; desconforto em atividades solitárias. Dependendo do contexto gráfico, palavras muito próximas podem indicar promiscuidade. Palavras muito distantes denotam necessidade de distanciar-se dos demais/seletividade nos contatos. As causas do distanciamento são várias, os demais elementos do textos sempre nos indicam a causa, que na maioria das vezes está ligada à depressão, timidez ou sentimento de superioridade.


6) Legibilidade

Quando a escrita é ilegível, indica na maioria das vezes, ocultação. O analisado não gosta de expor o que pensa. Os fios na escrita indicam tato, habilidade em persuadir e em improvisar. Dissimulação.


7) Adaptação

Quando a escrita apresenta muitas curvas, indica feminilidade, facilidade de adaptação, sensualidade, calma na maioria das vezes.

 

Quando há ângulos, como na rubrica da foto acima, de Donald Trump (presidente dos EUA), indica nervosismo, insubordinação, dificuldade de adaptação, narcisismo, nervosismo, ressentimento.


8) Saúde

 

 

Letras tremidas ou “quebradas” são indícios de enfermidade, física e/ou mental.


NOTA : NENHUM Grafólogo profissional analisa traços isolados, há a necessidade de conjugar todos eles para entender melhor o comportamento do analisado. Logo, evite fazer deduções sem o conhecimento generalista das teorias e escolas grafológicas. Testes de Grafologia online ou cursos superficiais não possuem conteúdo suficiente para traçar perfis comportamentais precisos, sendo assim, o descrédito da Grafologia entre os leigos e os críticos só aumentam. A Grafologia é uma ciência de grande valor, porém, desconhecida e subjugada em nosso país.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.