ColunistasReflexãoVida

Superar é não ter medo de olhar para trás!

Estava conversando com uma amiga e o assunto que fez com que o papo fluísse por exatas quatro horas foi sobre, superar o término do namoro.



Foi quando ela me disse: “Dizem que demoramos em média um ano e dois meses para esquecermos a pessoa que amamos, faltam apenas seis meses depois consigo seguir a minha vida”.

Essa frase martelou em minha cabeça a noite inteira, pelo simples fato de não entender o motivo das pessoas se prenderem tanto a sentimentos do passado. Como assim, só daqui seis meses ela vai conseguir seguir em frente? Por que viver tanto tempo no passado? Por que alimentar sentimentos que para a outra pessoa já não existem mais?

SUPERAR - FOTO 02


Acredito que ficar revivendo histórias que já se passaram é atrasar a lei da vida, é afastar das nossas linhas de vivencia pessoas que estão prontas para chegar e nos acrescentar, só para vivermos um pouco mais com almas que nos diminuem por completo.

Será que é tão difícil se amar? Quando temos amor próprio não nos submetemos a sentimentos mesquinhos. É preciso ter ousadia para seguir em frente antes mesmo de um ano e dois meses.

Meu desejo é que nenhum de nós queira continuar onde não nos cabem mais. A vida precisa fluir e para isso acontecer nós precisamos cooperar.

A felicidade está dentro de todos nós, não é depois de um ano que seremos felizes, se realmente quisermos o momento é AGORA!


Sobre o espírito olímpico: viva intensamente e seja um medalhista do cotidiano!

Artigo Anterior

4 sinais comumente ignorados de que seus rins estão falhando

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.