Notícias

Talibã pede a Rússia e Ucrânia que resolvam conflito por “meios pacíficos”

Taliba pede a Russia e Ucrania capa

O porta-voz do Talibã, Zabihullah Mujahid, publicou uma nota nesta sexta-feira (25) em que pede que a Rússia e a Ucrânia resolvam o conflito no Leste Europeu por “meios pacíficos”. O representante do grupo insurgente recomendou que os líderes de ambos os países desistam de ações que “intensifiquem a violência”.

Por meio de comunicado publicado em inglês no Twitter de Mujahid, o Talibã, que controla o Afeganistão desde agosto de 2021, informou que monitora a situação na Ucrânia e “expressa preocupação sobre a real possibilidade de vítimas civis”.

O Emirado Islâmico do Afeganistão, em linha com sua política internacional de neutralidade, pede a ambos os lados do conflito que resolvam a crise por meios pacíficos e de diálogo.

O Talibã também estende a preocupação com as vidas de afegãos que estejam em solo ucraniano, já que o país é uma das nações europeias mais próximas do Afeganistão, sendo destino para alguns refugiados.

O Emirado Islâmico também convida as partes do conflito a prestar atenção para salvaguardar vidas de estudantes e migrantes afegãos na Ucrânia”, comunica em nota.

O presidente da Ucrânia, Volodmir Zelenski, informou nesta quinta-feira (24) que 137 ucranianos morreram e outros 316 ficaram feridos, entre soldados e civis, no primeiro dia de invasão. Do lado russo, mais de 800 militares de Moscou teriam sido abatidos nas primeiras 24 horas do confronto, segundo a vice-ministra da Defesa da Ucrânia, Hanna Maliar.

0 %