publicidade

Temos que aprender a deixar ir aqueles que não estão prontos para ficar em nossa vida

Precisamos nos preservar e deixar ir aqueles que não estão prontos para nos amar.



Em alguns momentos, a melhor coisa que podemos fazer por nós mesmos e pelas outras pessoas é simplesmente nos deixar ir e permitir que cada um siga o próprio caminho. No entanto, essa também é uma das coisas mais difíceis que podemos fazer.

Nós não somos ensinados a abrir mão, a permitir que a vida flua, aprendemos apenas a conquistar, a querer mais e, dessa maneira, mantemos pessoas e relacionamentos que não nos fazem bem simplesmente pelo medo de deixar ir.

Quando alguma pessoa chega à nossa vida, nem sempre somos capazes de prever como o nosso relacionamento com ela acontecerá.

Geralmente somos otimistas, dedicamo-nos para que nossa conexão seja sempre positiva e fazemos planos ao seu lado, mas nem sempre as coisas acontecem como esperamos. Pode ser que a outra pessoa simplesmente não esteja preparada para estar ao nosso lado e, quando isso acontece, podemos nos sentir realmente confusos sobre o que fazer.


Será que devemos esperar que o tempo a faça mudar de ideia e arriscar desperdiçar uma quantidade grande de tempo em algo que pode não dar certo? Ou devemos simplesmente deixar ir e seguir nosso caminho, permitindo que a vida faça o que for melhor para nós, ainda que não nos agrade, à primeira vista?

Tentar de tudo e sacrificar nossa saúde emocional apenas para manter alguém ao nosso lado é uma atitude egoísta com a outra pessoa e com nós mesmos. Precisamos nos preservar e deixar ir aqueles que não estão prontos para nos amar.

A insistência nunca fará o amor ou a reciprocidade nascer no coração de outra pessoa.

As pessoas seguem caminhos diferentes, isso é normal. Para o nosso bem, precisamos saber identificar a hora de parar de insistir e deixar as coisas acontecerem.


Nem todas as relações têm finais felizes, nem sempre as pessoas permanecem em nossa vida o tempo que desejamos. Muitos dos nossos encontros são temporários, muitas das pessoas que chegam a nós têm um objetivo a ser cumprido e, depois de cumprir sua parte, elas se vão. Nós precisamos desenvolver a maturidade de aceitar que os caminhos, uma hora, dividem-se, e respeitar o direito de liberdade da outra pessoa, ainda que isso doa em nós.

Deixar ir pode ser difícil, mas também é o que nos permite viver em paz. Podemos sofrer por um momento, mas agradeceremos por isso a vida toda, porque nada melhor do que permitir que a vida aconteça como deve, e nos surpreendermos, em vez de nos decepcionarmos com as expectativas não atendidas.

Deixe ir aqueles que não estão prontos para ficar em sua vida, isso lhe trará um novo começo e uma nova chance de ser feliz.

 

Direitos autorais da imagem de capa: Pixabay.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.