Temos que ter muito amor-próprio e autorrespeito, para chegar no outro e dizer…



Temos que ter muito amor-próprio e autorrespeito, para chegar no outro e dizer: -É isso que você quer me oferecer? Muito obrigado(a), mas renuncio.

É preciso ter coragem para ser verdadeiro(a) consigo mesmo. Olhar para dentro de si mesmo e ter, no coração, a certeza de que aquilo não é para você, e que, sim, você merece mais.

Deus nós deu a vida e é nessa vida que ele quer que vivamos o melhor dele para nós.
Não aceite menos do que você merece, seja na vida, no trabalho, no amor. Saiba ouvir o seu coração, a sua alma, o seu EU mais profundo.

Lembro-me de uma vez, quando estava prestes a dar um passo maior em uma relação e me peguei pensando: Será que é essa a pessoa que Deus realmente tem para mim? Será mesmo que é com essa pessoa que quero ter uma família? Será que essa é a pessoa certa? Será que os seus valores são os mesmos que os meus? Será que ele sonha os mesmos sonhos que os meus?

Tenho certeza de que aquela pessoa era a pessoa certa para aquele momento da minha vida, para aprender, crescer, e tirar os aprendizados que deveria para aquele momento. A pessoa com quem você está neste momento é a certa pra você, mas saiba o momento de certo para dizer não.

Seja sincero(a) consigo, ouça o seu coração, e doí muito, ninguém disse que é fácil fazer renúncias. Só quem vive pode saber o que se passa nesses momentos.

Muitas vezes, não é fácil diferenciar amor de carência, ou medo de ficar só (ninguém vai me amar como o fulano me amou, quem nunca pensou isso?).

Passamos por vales grandes nesses momentos, mas tenha certeza de que esses momentos são os de maiores aprendizados para a sua vida. Nesses momentos, a gente se conecta com o nosso eu, passamos a entender quem fomos, quem queremos ser, e quem realmente somos na nossa verdadeiramente essência.

Seja grato(a) por essa relação que vive, ou que viveu,pois se não fosse ela, você não teria o aprendizado necessário,  o entendimento verdadeiro para se conectar com o seu eu genuíno.

Mas deixe eu lhe contar uma coisa: há um alguém maravilhoso, que o (a)  ama muito, desse jeitinho que você é, que anseia pelo seu coração todos os dias e o dia em que esse amor tomar conta do seu coração, ninguém poderá segurá-lo, e ele está bem mais perto do que você pensa, o nome dele é Jesus Cristo. Tenha uma relação de intimidade com ele, para depois querer ter com qualquer pessoa.



É importante olharmos para nós mesmos com amor, carinho e zelo e verdade. É importante dizer: Se é isso que você tem para me oferecer, não quero!

Em uma relação, acredito que os valores são essenciais, e se os valores espirituais, financeiros, familiares, de vida e de propósito entre outros não forem os mesmos, preste atenção e seja verdadeiro com você.

Não se contente com pouco, com o mínimo do outro.

E se a pessoa quiser dar a você  o mínimo, seja forte para dizer: agradeço, mas não! Às vezes, falar não chega a ser libertador, mas acredite, Deus tem tantas coisas lindas para realizar em sua vida! Confie!

E lembre-se sempre: seja você o amor da sua vida!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: vasiliybudarin / 123RF Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.