Tenha sempre a mente de um adulto e o coração de uma criança



Que as dificuldades da vida não o façam perder a pureza do seu coração. As pessoas que vivem melhor são aquelas que conseguem equilibrar a maturidade da vida adulta com a bondade da infância.

Todos nós, conforme nos tornamos adultos, perdemos muitas características que faziam parte de nossas personalidades quando éramos mais jovens. Isso é algo normal, faz parte da vida. Para que possamos ser adultos, precisamos deixar os pensamentos e comportamentos infantis de lado.

Na vida adulta, acumulamos mais sabedoria e maturidade, fruto de nossas experiências, e isso provoca grandes mudanças em nossa personalidade e maneira de enxergar o mundo. No entanto, nem tudo em nós precisa necessariamente de uma mudança. De fato, algumas coisas devem permanecer sempre as mesmas, independentemente de nossa idade, uma delas é o nosso coração.

Quando crianças, somos carinhosos, empáticos e preocupados com as pessoas ao nosso redor. Enxergamos o mundo com pureza, inocência e protegemos aqueles que amamos, não importa o que aconteça.

Durante a infância, somos muito mais verdadeiros e bondosos. Nossos corações estão sempre cheios de amor e carinho para oferecer a qualquer pessoa, sem nenhuma distinção e podemos experimentar a vida da maneira mais especial possível.

No entanto, toda a essa bondade parece se perder no tempo, e muitas vezes, na idade adulta, nós nos perdemos de praticamente todas essas virtudes tão essenciais.

Nós permitimos que a ganância e o egoísmo nos corrompam e substituímos a pureza por maldade. Deixamos de nos importar com as outras pessoas, sempre ocupados demais para dar atenção e amor aos que consideramos amigos.

Permitimos que a essência bondosa de nossa infância dê lugar a uma nova personalidade que nada tem a ver conosco e que nos guia a um caminho totalmente diferente daquele que sempre desejamos em nossos corações.



Ao nos desconectarmos dos nossos corações de infância, podemos perder o sentido de muitas coisas, e é por isso que devemos mantê-lo sempre muito vivo e bem cuidado.

Nossas mentes precisam evoluir, assim como nossos pensamentos, mas os nossos corações devem manter a mesma essência pura e bondosa, porque é isso que nos levará para frente quando a vida estiver difícil demais, é essa bondade que nos permitirá alcançar as melhores coisas da vida.

As pessoas que vivem melhor são aquelas que conseguem equilibrar a maturidade da vida adulta com a bondade da infância. Sendo assim, que nunca percamos a pureza do nosso coração, mesmo quando descobrirmos a dura realidade da vida adulta.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Pixabay.






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.