ColunistasComportamentoReflexão

Terá paz no dia em que perceberes que só precisas da tua aprovação e de mais ninguém!

Se não te sentes em paz contigo é porque não estás a cumprir a tua missão.



Se não te sentes muito mais livre do que alguma vez acreditaste poder vir a ser é porque não estás no teu caminho.

Deves entender que só quando és tu mesmo, sem qualquer necessidade de ser aceite e aprovado pelos outros, sem nenhum medo da rejeição e da crítica, é que estás em verdadeira consonância com a tua vida.

Se por alguma razão ela não está como gostarias que estivesse, algo está a travá-la e, normalmente, és tu que estás a fazê-lo com as tuas escolhas.


paz

A necessidade de te sentires reconhecido pelos outros é tão grande que escolhes seja o que for a pensar muito mais neles do que em ti.

No entanto, sabes bem que essa não é a melhor solução.

Terás paz no dia em que perceberes que só precisas da tua aprovação e da de mais ninguém.


Serás livre no dia em que não dependeres de ninguém para seres tu mesmo.

 

Serás feliz no dia em que entenderes os sinais e compreenderes que não precisas de saber mais nada.

Até lá, não desistas de ti.


paz 2

Está atento e lembra-te sempre que tudo aquilo que te acontece tem o propósito de te dar as respostas para as perguntas que tens vindo a fazer a ti mesmo ao longo de toda a tua vida.

Quem critica demais o outro, no fundo, está muito mal consigo mesmo!

Artigo Anterior

Processo de visualização – retirado do livro ”peça e será atendido”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.