AutoconhecimentoComportamentoO Segredo

Termine suas semanas com essas 7 perguntas

wk

Muitos de nós passamos nossas vidas inteiras como completos estranhos a nós mesmos, simplesmente porque nunca tiramos uma pausa para momentos de autoinvestigação. Estamos tão ocupados buscando respostas para problemas de outras pessoas, que nos esquecemos de fazermos perguntas para o nosso próprio bem-estar. Obviamente, isso não é sábio.



Sabedoria, afinal de contas, não se trata de saber todas as respostas a cada minuto. Trata-se de fazer as perguntas certas. A longo prazo, as simples perguntas que você fizer a si mesmo irão determinar o tipo de pessoa que você se tornou.

No mínimo, você precisa reservar algum tempo no final de cada semana para autorreflexão e autoinvestigação. Faça perguntas como estas:

1. Quais surpresas agradáveis eu descobri esta semana?


A natureza dinâmica da vida renova continuamente as possibilidades antes que você perceba. Você nunca tem certeza quando a próxima rajada de vento vai chegar, e o que ela vai trazer em sua direção. Abra-se para essas surpresas e preste atenção. Muitas delas trarão coisas que você nunca soube que estavam faltando.

Algumas de suas melhores descobertas provavelmente virão quando você menos esperar, em lugares que você nunca pensou em procurar. O que você não estava procurando pode acabar sendo mais do que você jamais esperou encontrar. Então, busque seus objetivos e sonhos de forma diligente, mas não seja tão inflexível a ponto de desenvolver uma visão limitada. Não se prive de todas as maravilhas e oportunidades que chegam até você.

Você nunca está muito velho, muito jovem ou muito ocupado para encontrar valor e alegria em oportunidades inesperadas. Portanto, fique atento, e mantenha o controle dessas surpresas agradáveis. Cuidado para não perdê-las na pressa de sua rotina.



2. Que lições o meu trabalho me ensinou que eu posso praticar na próxima semana?

Esta questão vai ajudá-lo a esclarecer a distinção entre atividade e realização. Haverá sempre rotina, mas o que mais você aprendeu com seu trabalho esta semana? O que foi aprendido que pode servir como base para novas construções? Pense sobre estes eventos e extraia o que é útil.

Olhe para a sua semana do início ao fim. Não foi uma semana de descanso. Foi uma semana na qual você teve muitas coisas para fazer, que agora estão feitas. Encontre as lições dessa semana, especialmente as coisas que não aconteceram da sua maneira. Se você não concluiu uma atividade do jeito que esperava, ou uma determinada solução não funcionou, isso apenas significa que algo melhor está esperando por você na próxima semana. E as lições que você acabou de aprender são o primeiro passo em direção a ela.



3. Os meus esforços de curto prazo e metas de longo prazo ainda estão alinhados?

Não é o que você faz ou consegue de vez em quando, mas o que você faz todos os dias que conta. Sonhe grandes sonhos, mas perceba que a curto prazo, metas realistas são a chave para o sucesso. O que você quer alcançar está diretamente ligado à suas ações diárias. A maneira como você gasta seu tempo define quem você é e quem você vai se tornar.

Portanto, certifique-se de que o que você está fazendo realmente se alinha com o local onde quer chegar.

Enquanto alguns evitam dor e desconforto a todo custo, seja alguém que realmente entende o valor e os benefícios de trabalhar com as situações difíceis que outros evitam normalmente. Esteja disposto a sacrificar o prazer a curto pela felicidade a longo prazo. Enquanto todo mundo está procurando o atalho mais rápido, procure o curso de ação que irá produzir os resultados reais que você deseja para si mesmo.



4. O que eu poderia ter passado mais ou menos tempo fazendo?

Como Stephen Covey disse uma vez: “A maioria de nós gastamos muito tempo no que é urgente e não o suficiente no que é importante.” Em outras palavras, produtividade não é apenas fazer coisas, mas obter coisas certas.

No final de cada semana, observe como você gastou seu tempo, e faça as mudanças necessárias para a próxima semana. Dê o seu melhor em se livrar da complexidade do seu cronograma, para que você possa passar mais tempo com as coisas que realmente importam. E acima de tudo, saiba quando deixar de lado as coisas importantes para se concentrar nas coisas vitais, como a família.



5. Como o medo e a incerteza afetam o que eu fiz e não fiz?

Não saber qual caminho tomar pode ser doloroso, mas nada é mais desanimador do que nunca tomar uma decisão. É por isso que é imperativo pensar sobre seus medos e enfrentá-los em uma base semanal. Você tem que curá-los para que eles não te impeçam de seguir em frente com sua vida.

Então, o que você deve fazer? Qualquer coisa, desde que você não fique simplesmente lá. Se você cometeu um erro, comece de novo. Tente outra coisa. Se você esperar até que tenha todas as suas incertezas curadas, pode ser tarde demais.


Você ganha força, confiança e crescimento emocional através de cada experiência em que é forçado a parar e encarar o medo. E quando você encarar seu medo e perceber que ainda está respirando, diga a si mesmo: “Eu vivi um período de incerteza, eu aprendi com ele, e eu sou melhor. E eu sou capaz de lidar com a próxima circunstância intimidante que vier em minha vida também.”


6. Que desordem mental posso limpar?

Assim como você não muda de um lugar para outro sem primeiro classificar os seus pertences, e deixar para trás o que não é útil ou necessário, você deve seguir o mesmo processo com o que você recolheu mentalmente, antes de prosseguir. Elimine o desnecessário para que o necessário possa brilhar.


Uma das maneiras mais fáceis de decidir o que precisa ser descartado, é realizar o exercício de despejar suas emoções em um jornal ou um bloco de notas. Pense nos momentos destaque desta semana, faça uma lista de como você se sentiu em cada ocasião, e em seguida, analise suas descobertas. Limpe a desordem negativa da sua mente transformando seus pensamentos, arquivando as lições, perdoando a si mesmo e aos outros, e deixando esta semana ir.

Feche a porta das negatividades desta semana, mude o disco, limpe a casa, e se livre da poeira mental. Não negue a si mesmo uma oportunidade justa na semana seguinte. Pare de se prender ao que passou, e desfrute o que está começando agora.


7. Qual é o primeiro passo lógico para a próxima semana?


A próxima semana é um novo começo. Uma tela em branco na qual você tem a maravilhosa oportunidade maravilhosa de criar. Na segunda-feira de manhã você vai estar no início de uma aventura impressionante, com a oportunidade muito real de moldar o seu presente e futuro, exatamente da maneira que achar melhor.

Que perguntas você faz a si mesmo durante os momentos de autorreflexão? Por favor, deixe um comentário abaixo e compartilhe suas ideias conosco.

 

___

Traduzido pela equipe de O Segredo

Fonte: Marc and Angel Hack Life

Síndrome da alienação parental

Artigo Anterior

Você vai envelhecer

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.