Notícias

Thais Carla decide deixar SP: “Vivendo uma realidade que não é minha”

Foto: Youtube
Thais Carla decide deixar SP 22Vivendo uma realidade que não é minha22

Thais Carla usou seu canal do YouTube nesta quarta-feira (25) para falar sobre vida financeira.

A bailarina contou que vai deixar o interior de São Paulo, para onde se mudou para ficar mais perto de sua loja, e retornar para sua casa própria, em Salvador.

Thais explicou que ela e o marido estavam vivendo apenas para pagar as contas nos últimos seis meses morando de aluguel, e definiu a mudança como “decisão mais difícil da vida”.

“Foi uma realização de um sonho morar numa casa dessa com tudo que a gente queria. A gente se perdeu do foco da vinda pra cá… o padrão de vida estava ficando muito caro, e a gente não estava podendo mais sonhar porque o dinheiro só dava para pagar as contas, mais nada. A escola [das filhas], a gente botou na mais cara que tinha. A gente alugou uma casa cara, que tinha o custo de piscineiro, jardineiro, faxineira… coisas que lá na Bahia a gente não tinha, porque tinha a família que podia ajudar a gente em tudo. Vim para cá por causa da loja e acabei tendo outros gastos desnecessários. A gente ficou tão empolgado com tudo que tava acontecendo…”, desabafou.

Thais diz ter entendido que o problema não estava no dinheiro que entrava na conta, mas na má administração das finanças. “Meu trabalho está desenvolvendo muito bem, faço muitas publicidades. O problema é que eu estava vivendo uma realidade que não é minha. Da maneira que a gente estava vivendo, a gente não podia mais sonhar. Sabe quando você tem um dinheiro muito certo para pagar tudo e não pode sair, comer fora, não tem dinheiro extra…? Isso tava me entristecendo porque a gente queria trocar de carro e não podia. Parece que a vida não estava prosperando do jeito que deveria, e os gastos só aumentando”, disse.

A influenciadora também se antecipou às críticas sobre ter viajado para Paris no último mês, mesmo em meio às questões de suas economias. “Tenho certeza que alguém vai falar ‘e a viagem pra Paris?’. Israel [seu marido] comprou isso em janeiro e parcelou em muitas vezes. A gente não tinha noção e foi percebendo ao longo desses meses o que estava acontecendo de errado… a gente só se empolgou e viu que dava tempo de voltar atrás”, finalizou.

Veja:

0 %