Notícias

Thammy Miranda faz moção de repúdio contra filme estrelado por Fábio Porchat

Thammy Miranda protocola mocao de repudio contra filme de Porchat capasite 1

O vereador solicitou que a Netflix, streaming que veicula o filme, aborde o assunto do filme polêmico, que está tirando o sossego de pais e mães no país.

O filme “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” tem chamado atenção nas redes sociais, pois mesmo tendo sido lançado em 2017, um trecho do longa viralizou nas redes em 2022, mas não pelos melhores motivos; a parte do filme que percorreu as redes foi uma onde o personagem de Fábio Porchat satiriza a pedofilia.

O vereador Thammy Miranda achou a situação inadmissível e como resposta, moveu uma moção de repúdio contra o filme, que tem o humorista Danilo Gentili como seu diretor. De acordo com informações do jornal Metrópoles, a moção de repúdio de Thammy foi em relação à classificação etária do filme, que foi disponibilizado para todos os assinantes do serviço de streaming Netflix, um dos mais assinados pelos brasileiros.

Na petição, o vereador externou seu descontentamento pela maneira que o filme abordou uma questão tão séria quanto a pedofilia, um tópico sensível e preocupante para toda a sociedade.

Em suas redes sociais, Thammy comunicou sua ação aos seguidores e apoiadores, atraindo pais e mães que também estavam preocupados com o teor do filme e sua fácil acessibilidade na plataforma.

2 Thammy Miranda faz mocao de repudio contra filme estrelado por Fabio Porchat

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @thammymiranda

O pedido do vereador é que a plataforma em que o filme se encontra manifeste-se sobre o longa-metragem polêmico e tome as medidas necessárias, como retirá-lo de circulação no serviço de distribuição de conteúdo.

O nome dos envolvidos (Gentili, Thammy e Porchat) foi parar nos assuntos mais comentados da internet nos dias em que o vídeo do filme viralizou e de acordo com Leo Dias, Danilo Gentili, o diretor responsável pela obra, tem procurado amigos e pessoas próximas para tentar dar algum tipo de explicação ao que aconteceu. O humorista controverso estaria dizendo que a cena foi tirada de contexto quando viralizou.

De acordo com informações do Diário do Grande ABC, Gentili reforça que a obra não faz apologia à pedofilia e que, supostamente, ainda faria uma crítica ao padrão de comportamento de abusadores, como ser alguém tido como “acima de qualquer suspeita”, que dificilmente seriam acusados ou sequer questionados enquanto alguém capaz de abusar de menores

Fábio Porchat, humorista e também protagonista do filme debatido, se pronunciou sobre o caso dizendo que seu personagem – que aparece na cena sobre a pedofilia – era o vilão da história, por isso suas condutas não deveriam ser levadas a sério e nem como exemplo pelo público do filme. Porchat disse que em filmes de ficção, o vilão é alguém mau; pode ser um nazista, racista, pedófilo, agressor, etc. No entanto, o ator reitera, as pessoas interpretando os papéis não eram más como seus personagens – e aqui ele usou o exemplo de Renata Sorrah, a eterna Nazaré Tedesco, que na ficção roubava crianças e a atriz não podia ser o mais distante disso.

3 Thammy Miranda faz mocao de repudio contra filme estrelado por Fabio Porchat

Direitos autorais: Reprodução

Porchat disse que embora seu vilão faça coisas horríveis no filme, sua conduta não é apologia nem incentivo para a pedofilia, mas é uma parte da história de seu personagem sendo revelada. O ator disse que por mais duras que algumas cenas sejam no audiovisual, elas precisam existir, pois se não conseguíssemos superar aquilo que é difícil de ser encarado, talvez não tivéssemos o excepcional filme “Cidade de Deus”, pois supostamente as cenas que mostram o tráfico de drogas e a violência desse mercado poderiam ser lidas como apologia. O humorista reiterou em sua nota, várias vezes, o fato de que “Como se Tornar o Pior Aluno da Escola” é uma obra de ficção e deve ser julgada como tal.

Até o momento, a Netflix não se manifestou sobre o caso e nem retirou o filme de seu catálogo.

0 %