publicidade

Tias são mães sem filhos…

Tias são produtos de luxo, mas não são reconhecidas pelo seu valor. Sempre achei as “tias” muito injustiçadas. Ninguém se lembra delas a não ser para criticá-las ou explorá-las. Mas, para homenageá-las, nunca!



Não existe música para as tias ou sequer “Dia das tias”. Já pensei inclusive em escrever para o Rei Roberto Carlos para que ele se lembre das tias em suas canções. Logo ele que já fez música até para os caminhoneiros; nunca se lembrou das tias!

A única pessoa que já escreveu sobre as tias, que eu conheço, foi à escritora Elizabeth Gilbert em seu livro “Comprometida”.

Mas, mesmo assim, ela não se refere às tias de verdade e sim às mulheres sem filhos, o que não é a mesma coisa não. Porque ias mesmo são mães que nunca tiveram filhos, mas que cuidam de seus sobrinhos com a mesma dedicação e amor de uma mãe, e sem nenhum reconhecimento por isso. Essa é a grande diferença.

A maioria das pessoas acha que a tia solteira e sem filhos tem a obrigação de ajudar. Não está fazendo nada mesmo, não é verdade? Não, não é verdade não!

Ser solteira e não ter filhos não é sinônimo de ociosidade. Pelo contrário, às vezes as solteiras desocupadas fazem muito mais que várias mães ocupadíssimas, mas que têm a desculpa de cuidar dos filhos, do marido, do trabalho, enfim, de tudo. São tão ocupadas que, às vezes, se esquecem dos próprios filhos. E sobra pra quem? Pra tia, é claro!


Mas a culpa desse estereótipo sobre as tias não é das mães não! Pelo contrário, a grande maioria reconhece em suas irmãs o esforço e a dedicação na árdua tarefa de ajudá-las na educação de seus filhos.

No fundo elas sabem que sem a ajuda das tias tudo seria muito mais difícil. E como seria!  

A minha família é de mulheres fortes. Todas tiveram muitos filhos e todas foram super mães. E, justamente por isso, que temos na família um exemplo de tia: a tia Iracema. Ela foi mãe não só de seus sobrinhos, mas, também, de seus irmãos. Não poderia haver uma mãe mais mãe do que ela! E durante toda a sua vida cuidou de mais filhos que todas as outras mães juntas!  Nunca se casou. Mas, também, nunca esmoreceu em sua missão de cuidar com amor e dedicação de seus 14 irmãos e vários sobrinhos. Como negar homenagens a uma tia que foi muito mais que uma mãe?


Infelizmente não são todas as pessoas que podem contar com tias tão dedicadas e amorosas como essas que dedicam à vida inteira a filhos que nunca foram seus. Elas participam efetivamente da criação de seus sobrinhos com conselhos, amizade, ajuda no dia a dia, enfim, participação efetiva em quase tudo. Quem nunca teve uma tia legal que pôde contar nas horas difíceis? Se você não teve, não sabe como é bom.

Por isso é que eu digo: felizes aqueles que tiveram tias e sentiram seu amor infinito durante a infância. Porque tias são artigos de luxo, e não são todos que merecem tê-las.

__________

Direitos autorais da imagem de capa: gpointstudio / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.