publicidade

Tô com pressa de você…

Joguei minhas coisas pro alto. As gavetas estão todas reviradas, o café está largado no criado mudo e a mala quase pronta. Eu me perdi quando não te achei e agora estou com pressa pra te encontrar.



Talvez seja um passo em falso, uma pista errada que to seguindo. Será que entendi errado aquela nossa conversa de madrugada? Será que vai dar um passo pra trás quando eu me aproximar? Pode ser, até porque se tratando de você, é uma confusão imprevisível que me consome cada vez mais.

Mas menino, eu cheguei no fundo dos segredos que eu tentava guardar só pra mim.

Eu coloquei o som alto pra ninguém escutar o que eu gritava por dentro, talvez até eu pudesse me enganar por mais um tempo, mas a música foi acabando e a nossa trilha sonora voltou e me colocou no trilho outra vez. Caminho que eu não consigo desviar por mais que tente.

Falhei em todas tentativas de te jogar pro canto das minhas memorias ruins. Falhei em tirar seu sorriso gostoso dos detalhes do meu dia a dia. Me desfiz de músicas, seriados, cheiros e gostos como palhaço que tenta evitar palhaçada, como quem tenta comer algodão doce sem se lambuzar. Inútil!


Talvez seja karma ter que ir atrás de ti. Esperar que venha demora muito, sabe? O tempo passa e eu não quero mais passar o tempo sem você. Pode demorar pra que eu te reencontre, mas em alguma hora precisava virar a ampulheta, me revirar e deixar o tempo correr na sua direção e o coração traçar o mapa. Forçar a rota até funcionava, por um tempo. Não mais.

Eu já consigo escutar o eco da minha entrada onde estiver, se deixar a porta entreaberta e não travar seus passos sempre tão inseguros. Por onde andam seus cinco segundos de coragem? 5,4,3,2,1 reajusta sua rota também, traça um plano pra gente trombar em um dia qualquer e talvez a nossa trilha sonora volte a tocar.


Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.