publicidade

Todo cuidado com a ruminação mental é pouco! muitas pessoas sofrem disso e não sabem o que é!

Todo cuidado com a ruminação mental é pouco! Uma atitude extremamente maléfica, que nos faz desconectar do agora e quando enfatizada, nos leva à depressão.

Ruminação é um termo conhecido como característica de um animal, os ruminantes.



Eles comem todo o capim, regurgitam, comem novamente e, assim, por um longo período, indo e voltando.

Ruminação mental é algo parecido com isso. Ruminamos situações incômodas do passado, algo ruim que possa ter acontecido e que não foi digerido corretamente, então, fica-se a pensar e repensar no que teria acontecido se tivesse agido diferente.

Isso pode acontecer num local de trabalho, no circuito doméstico, uma discussão com amigos, família, quando alguém o maldiz pelas costas, quando perde o emprego, quando o chefe não reconhece o que você faz, quando recusam a estender-lhe a mão no momento que mais precisa, e assim vai. São situações que nos causaram algum conflito, um transtorno emocional, e que não aceitamos como fatos.


É uma raiva, tristeza ou angústia alimentada com um ciclo vicioso de pensamentos, que resultam nas repetições do mesmo assunto, dia após dia, horas a fio.

Aparecem em nossa mente infinitas indagações como: por que justo comigo? Por que me tratar assim? Será que mereço isso? Ou ainda: o que fiz de errado?

Esses pensamentos aparecem frequentemente, de forma automática e, na maioria das vezes, são negativos, autocríticos e até mesmo se tornam autodepreciativos, manifestando-se como uma “verdade absoluta” em nossa mente.

Tudo o que fazemos é viver em função dessa ruminação mental, ainda que façamos algo diferente fisicamente, como trabalhar, sair, conversar, ir às compras, mas cá estamos focados naquilo que nos fizeram e que não nos agradou, ruminando momento por momento vivido, esquecendo-nos do aqui e agora…achando que o passado pode ser mudado, não lembrando que o problema sempre estará correlacionado ao meio ou a alguém. Ainda que façamos tudo o que os outros queiram, não escaparemos jamais dos julgamentos.


Mas existe uma maneira de se libertar disso. Basta querer e colocar em prática!

Comece questionando se ficará melhor ou pior com essa ruminação. Foque no presente, desvie sua atenção, quando notar que sua mente está ruminando. Tenha uma consciência de que tudo o que você fez é passado, e que foi feito com as melhores das intenções. Esqueça o que passou, tome o passado somente como uma referência de aprendizado. Evite reeditar o que aconteceu. Não atualize um drama. Não dê vida ao que pode levá-lo à destruição.

Sua capacidade divina de transmutar tudo isso é imensa, faça valer o poder cocriador que existe em você, não permita que a ruminação mental o defina.

E se mesmo diante de tudo isso a ruminação persistir, não desista, existem profissionais específicos para isso, que o direcionarão para o melhor caminho. Procure-os, porque você não merece carregar isso em sua mente, porque você é muito mais, que tudo o que lhe aconteceu e o que fizeram a você.

A mudança de pensamento está dentro de você e a decisão de escolha será sempre sua!

Viver ruminando o passado ou desfrutar o imenso prazer de viver o presente mais lindo, presenteado por Deus…o seu aqui e agora?!


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF/innovatedcaptures.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.