publicidade

Todos morrem, mas nem todos vivem…

Será que isso ressoa com você – Em seus primeiros anos de faculdade, havia uma excitação sobre cada moeda ganha. Então, as “normas” socialmente definidas de estabilidade se estabeleceram, estourando a bolha. Uma vez trabalhando, você começou a poupar e até mesmo se afastar de seus próprios momentos de diversão. E o tempo passou. Os dias passaram, os meses passaram e os anos passaram. Sua paixão e juventude desapareceram, e seu trabalho consome cada parte de seu ser. Seus sonhos são deixados para trás…



“Eu queria ter tido a coragem de viver uma vida fiel a mim mesmo, não a vida que outros esperavam de mim.”

Este é um dos lamentos mais comuns que as pessoas têm antes de morrer, registrado em uma coleção dos arrependimentos mais comuns por Bonnie Ware, uma enfermeira de doentes terminais com condições crônicas.


A vida insatisfatória leva a mais arrependimentos


Muitas pessoas parecem estar vivendo em um estado de transe de rígidos estilos de vida de rotina acumulada ao longo dos anos. Essas rotinas apresentam uma percepção de estabilidade, que equivale a uma ilusão em um mundo flutuante.

Muitos sonhos são desfeitos devido ao fato de escolhermos não persegui-los. O excesso de trabalho leva à ausência de interação com os filhos e parceiros. Cápsulas acumuladas de ressentimento e amargura durante toda a vida por falta de coragem para expressar os verdadeiros sentimentos.

Muitos anseiam pela felicidade em sua verdadeira essência, mas o medo da mudança vem com uma falsa apresentação de contentamento para os outros e para si mesmos.


Amizades e conexões escapam, uma vez que as atividades da vida as capturam em uma rede de polos e atividades econômicas.

O arrependimento vem principalmente na forma do que não fizemos

A viagem da nossa alma é uma intrépida miríade de um labirinto com as experiências de vida de ondas de maré misturadas em tempestades. Quando estamos em nossos vinte anos, conhecemos um mundo de possibilidades. Há uma explosão de paixão e energia para explorar cada canto oculto do universo. Explorar não deve ter limites.


Para viver a vida ao máximo, permita mudanças no momento presente

Decida o que é importante para você. Concentre-se em si mesmo, não no que os outros desejam que você seja. Todo mundo tem uma opinião, a sociedade pode impor suas ambições, mas sua vida é você quem decide. Uma vez que você se concentra em si mesmo, peças do enigma da vida se reúnem.

Suas ambições são importantes, não as classifique como ilusões de “estabilidade”. Corra todos os riscos que você precisar, não adie sonhos. Pode haver perigo e riscos, mas lembre-se que cada recompensa tem um risco ligado a si. Olhando para trás nos anos que passaram, provavelmente os remorsos mais profundos que você tem, vêm de riscos e desafios não tomados.

Seu passado é uma forma importante de refletir sobre a lição aprendida para avançar no futuro. Planeje seu futuro, reflita sobre seu passado, sobre as lições aprendidas, mas viva em seu presente.

Haverá sempre pessoas apontando suas falhas, mas o sucesso vem da persistência através das falhas. Então, tome ação em suas ideias de forma criativa, conscientemente e com consistência.

E não se esqueça – expresse seu amor para seus amigos e familiares com frequência.

___

Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Life Hack

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.