ColunistasEspiritualidade

Torne-se meditativo. Não coloque a meditação como regra ou obrigação

Torne se meditativo

Com inúmeros benefícios apontados por muitas e muitas pesquisas, a meditação realmente transforma a vida de muita gente.



Quero compartilhar com vocês o que em minha vida mudou com o hábito de meditar.

Em primeiro lugar, a palavra meditar já me desestabilizava. Para uma pessoa agitada e pensando no sentido mais popular da meditação, desligar os pensamentos era impossível!

Após muita e muita leitura sobre diversos assuntos, que me deixavam mais leve, passei a entender a meditação, não apenas como algo que faço 15 ou 20 minutos por dia. Esse é um processo que vai além de se concentrar apenas por alguns instantes.


Sentada no quintal, pensei: vou meditar. Fechar os olhos é tão fácil, mas parar o fluxo de pensamentos, extremamente difícil!

Em uma fase muito ansiosa e lidando com diferentes situações, era quase impossível. Até que, então, você sente algo inexplicável em seu corpo. Impossível descrever em palavras esse sentimento, como se o botão de desligar os pensamentos começasse a aparecer em seu cérebro, mesmo que lá no fundo, a cada meditação ele se aproxima mais de você, para que em um simples toque você consiga apertar o off dos pensamentos.

Deixando de lado toda a parte teórica da meditação, falando em sentimento, você saberá quando se sentir desligado.

A mente se acalma, você passa a perceber verdadeiramente sua respiração. Esse momento do dia é especial e poderoso.


Ao aceitar a ansiedade, ao parar de fumar, ao enfrentar problemas no trabalho ou focar melhor nas ideias, metas e objetivos, a meditação só tem a acrescentar em cada parte de mim.

O que tenho a lhe dizer é que a meditação não pode estar presente somente nos 15 minutos daquele dia, e sim se tornar o seu maior estado. Percebi que não adiantava apenas sentar, desligar por alguns instantes e voltar a toda atividade logo depois. Tento ao máximo me completar com a meditação, pela concentração. Aceitar esse hábito do bem e transformador, a cada instante do meu dia.

No carro, ao caminhar na rua, em uma fila enquanto espero, qualquer momento eu posso concentrar minha atenção em minha respiração e desligar meu pensamento. Tento a cada dia, em um leve processo, cada vez mais trazer a meditação para minha vida.

Confesso que, às vezes, eu me deixo esquecer e passo dias sem praticar. Mas, então, dou ainda mais valor a ela, pois percebo a falta que me faz. Sinto minha energia diferente, minha rotina é inteira afetada pela falta de me concentrar no desligar dos meus pensamentos agitados.


Não é mesmo tão simples quanto muitos falam, é sim uma questão de praticar e sentir a meditação e seu poder.

Cada pessoa tem seus objetivos e esse hábito pode ajudar a cada um em diferentes assuntos. Respeite o seu tempo e sua evolução nesta caminhada de luz. Hoje existem até aplicativos de celular para auxiliar neste processo. Escolha o que melhor combina com você e já é um começo. Mas sempre que puder, tente se desligar sem nenhum instrumento. Aos poucos, você sentirá a diferença. Não desista e não se impressione com o tempo em que outras pessoas passam meditando, apenas viva para a sua meditação.

Meditar quando estamos em um dia bom é fácil. O importante mesmo é praticar justamente quando estamos em um mal momento, em uma situação complicada, quando nossa mente está repleta de pensamentos.

Quando você estiver agitado e ainda assim conseguir meditar profundamente, terá certeza que encontrou o seu botão de desligar os pensamentos acelerados.


Entenda como a meditação funciona melhor para você, assim como eu faço funcionar para mim.

Meditar é um hábito maravilhoso! Sinta-o, verdadeiramente, e deixe-o fazer parte do todo que é sua vida.

_______________

Direitos autorais da imagem de capa: ninamalyna / 123RF Imagens


Sua alma deve estar rouca de tanto gritar por algo que a faça sorrir…

Artigo Anterior

O papel da família em sua vida…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.