publicidade

Tpm nunca mais! Você pode eliminar sua tpm com esses 4 passos:

TPM, três letras que ganharam muita força nos últimos anos, abrindo precedentes para servirem de desculpa no trabalho, nas relações…



Você sabia que a TPM tem vários tipos e graus?

Que nem toda mulher tem TPM?

Que você pode eliminar ou reduzir a TPM através das emoções e das crenças?

Acompanho diariamente desavenças familiares, no trabalho, entre amigos, que são atribuídas a TPM. Se são realmente, ou não ligadas a TPM, vamos refletir agora.


Primeiro vamos conhecer os cinco tipos de TPM citados na medicina e os sintomas que acompanham cada tipo:

– TPM do tipo A que é relacionada com ansiedade. Tem como principais sintomas: tensão, ansiedade, dificuldade para dormir, irritabilidade, alterações de humor, queda na atenção.


– TPM tipo C que é relacionada com a compulsão alimentar. Tem como principais sintomas: compulsão por doces ou salgados, vontade de comer guloseimas ou algo diferente, dores de cabeça, cansaço.


– TPM tipo D relacionada com a depressão. Tem como principais sintomas: depressão, raiva sem razão, sentimentos perturbadores, pouca concentração, lapso de memória, baixa autoestima, a mulher fica mais chorosa.



– TPM tipo H relacionada com retenção hídrica. Tem como principais sintomas: retenção de líquido, ganho de peso, inchaço abdominal, sensibilidade e inchaço.


– TPM tipo O relacionada a outros sintomas, como alterações intestinais, alterações na urina, fogachos, dores generalizadas, suores frios, cólicas, náuseas.


Há uma TPM mais grave que é chamada de Transtorno Disfórico (TDPM), onde os sintomas apresentam-se de forma mais intensa, como explosões de raiva e crises agudas de ansiedade. Normalmente, este tipo de TPM atinge menos de 10% das mulheres.

A TPM acabou sendo tomada como uma verdade absoluta, como desculpa consciente ou inconsciente, pois a maioria dos estudos comprova muito pouco a relação do descontrole de humor real com a TPM e sim, com os hormônios da mulher de forma geral.

O importante é a conscientização de quanto as alterações de humor e suas descargas, os rompantes, são prejudiciais ao nosso organismo como um todo.

Se, já foi comprovado cientificamente que o cérebro é prejudicado com reclamações e negatividade e que se parar de reclamar, você tem chance de uma vida mais longa, plena e saudável, não tem lógica continuar com a TPM.

Também já sabe-se que um simples minuto de raiva provoca uma alteração no organismo que leva seis horas para retomar a completa normalidade, principalmente no sistema imunológico. Quantos minutos de indignação, de raiva você tem durante a TPM? Já imaginou então o estrago? Faça a conta!

Agora faça uma conta por cima de quantos minutos de reclamação e de negatividade você teve na última TPM. Você pode somar as duas situações e analisar quantas horas ao todo você desperdiça com raiva, reclamações e negatividade. Agora pense nesses números todos os meses subtraindo saúde, alegria, vida… 

Está convencida que é melhor não ter  TPM? 

Mas como fazer?  Isso é possível? Sim. 

Muitas mulheres eliminam ou diminuem muito os efeitos através destes quatro passos que vemos a seguir: 

Primeiro Passo: é saber quais os sintomas você tem. Qual o tipo? Você tem o A, C, D, H, O? Ou se é mais de um, ou todos… Autoconhecimento é fundamental. Se não consegue avaliar neste momento, no próximo período preste bem atenção!


Segundo Passo: reconhecer que tem esses sintomas, que não nasceu com eles, que eles não são você, que pode e quer viver sem eles. Preste atenção no que os demais ao seu redor falam que você apresenta nessa época, não negue, apenas reconheça, pois facilita a mudança necessária.


Terceiro Passo: mudar crenças limitantes do tipo “todas as mulheres têm TPM”, “minha família nunca teve nenhuma mulher sem esses sintomas”, “ ela é mais forte do que eu”…


Quarto Passo: além de seguir alimentação e exercícios físicos com orientação é fundamental mudar a cabeça.


O cérebro positivo tem químicas boas que reduzem e mantém em equilíbrio cortisol, adrenalina, afastando a ansiedade, depressão, doenças psicossomáticas…

Adotar emoções positivas sempre, para mudar o caminho cerebral existente é o grande segredo. Se o seu cérebro é um jardim que tem mais ervas daninhas (medo, preocupação, negativismo, raiva, mágoa, tristeza, insegurança, inveja…) do que flores coloridas (coragem, empatia, paz, alegria, felicidade, gentileza, bondade, harmonia, segurança, autoestima alta…), ao adotar as emoções positivas, estimular as “químicas boas” como dopamina, serotonina, endorfina, ocitocina, você afasta a TPM e muito mais.

Faça a opção AGORA! Diga não para a TPM! Seja bem mais equilibrada e feliz!

Abraço carinhoso!

Isabel

___________

Direitos autorais da imagem de capa: vadymvdrobot / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.