AmorComportamentoDicasRelacionamentos

Trago seu amor de volta em 7 dicas:

amor trago amor de volta1

Amiga, se você realmente acreditou que eu seria capaz de prometer – sem ironias e com certezas absolutas – algo como o que eu escrevi no título deste texto, é melhor você desistir de lê-lo e ligar, agora mesmo, para o número de telefone que viu no cartaz colado no poste da sua rua.



Pois o que eu escreverei aqui, definitivamente, está longe de ensinar uma simpatia infalível ou uma forma de amarração definitiva.

O que eu falarei a seguir, como quase tudo que diz respeito ao amor, não é matemático, absoluto e depende de variáveis que eu não posso prever sem bolas de cristal ou poderes sobrenaturais.

Pretendo ajudar você a abrir a cabeça e a ter uma visão mais ampla sobre o assunto. Só isso!



1. TOME CUIDADO COM OS DESEJOS UTÓPICOS

A primeira coisa que você precisa fazer, antes mesmo de pensar em como tentar reconquistar o seu amor, é analisar bem friamente a situação – se possível de maneira mais racional do que emocional – e descobrir se o que deseja não é algo certamente impossível e totalmente inalcançável. Se ele, por exemplo, já estiver casado com outra, morar em Paris e não poupar clareza na hora de informar que nunca voltará a você, meu bem, é melhor pensar duas vezes antes de jogar toda a sua energia no lixo. Energia que poderia ser verdadeiramente aproveitada em melhores situações e para que alcance oportunidades possíveis. Às vezes, de tanto que queremos alguma coisa, ficamos totalmente cegos e incapazes de perceber que não tem mais volta.



2. ESTEJA DISPOSTA A TOMAR A INICIATIVA

Depois de ter analisado racionalmente a veracidade da chance que você possui para reconquistar o seu amor e de ter, finalmente, concluído que ela existe, precisará estar disposta a tomar uma iniciativa. Parece óbvio, né? Mas já vi muitos casos no quais pessoas afirmavam querer e, mesmo assim, sem ao menos tirar a bunda do sofá, esperavam que um milagre resolvesse tudo. Sonhar é importante, porém, não é o suficiente para quem deseja realizar. E esqueça o pensamento machista que diz que mulheres não podem tomar a iniciativa. Isso é lixo. Coisa de um passado desequilibrado. Se você realmente quer, não pode ficar aí parada e esperando pela boa vontade dele. Você tem que se mexer e, seguindo os conselhos do Geraldo Vandré: precisa fazer a hora e não esperar acontecer.


3. NÃO TENHA MEDO DO NÃO


Por mais que seja possível, que você queira muito e que esteja disposta a tomar iniciativa, sempre correrá o inevitável risco de ouvir um “NÃO”. Não tem jeito. Assim é a vida. Eu já ouvi várias negações e sobrevivi para escrever este texto. E sabe por que eu ainda estou vivo? Pois eu fiz tudo que pude e, só por isso – por ter feito a minha parte -, consigo dormir sem a presença do aterrorizante fantasma do “e se…”. Acredite: é melhor ter certeza que não deu certo, do que passar o resto da vida pensando no que teria acontecido se você tivesse tentado. Morre-se, lentamente, de arrependimento por não ter feito. Já o “não”, por mais que pareça mortal à primeira ouvida, com o tempo, torna-se apenas um belo empurrão para continuarmos rumando ao futuro.


4. TENHA PACIÊNCIA

Já reparou que o mundo, a cada micronésimo de segundo, anda mais imediatista? Seres querem emagrecer dez quilos em um mês, mesmo que tenham demorado um ano para engordar cinco quilos. As pessoas nem bem se matriculam no jiu-jítsu e, antes mesmo de darem os primeiros passos no tatame, já anseiam pela faixa preta. Muita gente já não consegue mais ler textos longos e isso, ao contrário do argumento que costumam dar, não acontece apenas pela falta de tempo, pois ocorre, principalmente, graças à ausência de paciência e à ansiedade que têm de chegar logo ao final. Cadê a paciência? Você precisa dela para diminuir os gastos com a manicure e para esperar a nem sempre tão imediata daquele que quer de volta. O processo de reconquista pode durar mais do que uma ligação e, até lá, você precisará de muita paciência para não enlouquecer e para continuar vivendo as outras áreas da sua vida. Afinal, o show precisa continuar! Assim como seu trabalho e sua relação com o resto do mundo.



5. NÃO TOME ATITUDES QUE O FAÇAM PENSAR QUE VOCÊ JÁ ESTÁ EM OUTRA

É muito comum, na hora da reconquista, ver pessoas postando fotos no Facebook somente para gerar ciúme naquele que querem de volta. Postam fotos como quem subliminarmente diz: “Se você, caro ex, não voltar logo, alguém logo ocupará o seu lugar!”. Em alguns casos, pode até funcionar. Porém, eu não gosto nem um pouco da estratégia. Pode gerar ainda mais confusão e acabar com a única chance que tinha. Ele pode simplesmente pensar: “Agora que eu não volto mesmo!” ou “Ela me deu o motivo que eu precisava para seguir sem ela!”. Se você o quer de volta, o melhor mesmo é manter a postura e a imagem de quem está determinada a isso. Atitudes controversas ao seu discurso, inevitavelmente, roubarão a sua credibilidade. Eu prefiro a objetividade e caminhos que deixarão as suas intenções claras. Deixar a interpretação dos seus atos na mão do outro, acredite, pode confundi-lo e afastá-la ainda mais dele.



6. SEJA CRIATIVA

Muitas mulheres pensam que o homem não gosta de criatividade. Já ouvi frases como: “Basta uma calcinha fio dental e tudo estará resolvido”. Essa é uma imagem errada e bem simplista que muitas mulheres possuem do gênero masculino. É claro que gostamos de uma calcinha fio dental! O que não quer dizer que – assim como as mulheres – não sejamos capazes de admirar e nos encantar com atitudes criativas. É bom ser surpreendido com coisas que vão além do esquecimento proposital da calcinha em dia de saia. Não estou dizendo que você deve, necessariamente, dar a ele um ursinho de pelúcia com um nome fofinho escrito na coleira. Mas pode surpreendê-lo e, de alguma forma, mostrar o quanto o conhece e prestou atenção nos detalhes que ele expôs a você. Um simples kit contendo a cerveja preferida dele, a trilogia do Poderoso Chefão, uma camiseta da banda de rock que ele mais ama e uma carta sincera que descreve a falta que você sente das coisas simples que faziam juntos, por exemplo, pode ser uma ótima pedida. Seja criativa! Pense, pense, pense e faça algo que ninguém mais fez para ele. E, por favor, não confunda criatividade com a necessidade de gastar dinheiro ou de construir coisas faraônicas. Mesmo gastando pouco e sem construir uma Arca de Noé em frente ao local de trabalho dele, você pode ser muito criativa e extremamente eficiente na hora de surpreender. Como fazer isso? Só quem o conhece como eu espero que seja o seu caso, conseguirá descobrir a melhor forma. Boa sorte!


7. FUJA DAS INDIRETAS!


Diretas já! Fuja das indiretas. Nem todos os homens entendem duplos sentidos e confissões implícitas em discursos. Aquilo que para você parece um convite óbvio, para ele, pode parecer um simples desabafo de alguém dizendo que está morrendo de vontade de ir ao cinema e que não tem companhia. Fale a real e sem rodeios. Não adianta reclamar e, para sua melhor amiga, dizer: “Eu dei várias indiretas e nenhuma funcionou!”. Se eu fosse ela – sua melhor amiga e ouvinte -, depois do seu “mimimi”, eu responderia: “Mas, em algum momento, você foi clara? Se não foi, SEJA!”.


Dica Bônus:

8. SEQUESTRE-O


Se tudo der errado e se, mesmo assim, ainda o quiser por perto, recorra ao sequestro: faça tocaia na saída do escritório dele e, quando ele passar por você, acerte a cabeça dele com um taco de baseball. Não bata para matar, tá? Depois, antes que os curiosos chamem a polícia, jogue-o em seu porta-malas e vá para a sua casa correndo. Ele vai espernear um pouco quando acordar, mas não se preocupe, pois isso geralmente passa depois de três anos em cativeiro. Apenas certifique-se de que ele está bem amarrado e que o celular dele foi desligado. Não se esqueça de alimentá-lo e, se ele se recusar a comer, recorra a supositórios proteicos (www.supositoriosproteicos.com.br). Aí será só alegria, certo? Afinal, mesmo que ele esteja com você contra a vontade dele e amordaçado, você terá conseguido o que queria: tê-lo de volta! Ou os fins não justificam os meios? Claro que esta dica é uma brincadeira para fazê-la entender que, se ele não quiser, melhor mesmo é manter a sanidade, não cometer atos ilícitos e sair por aí sem medo de ser feliz. Pois ele, com certeza, não é o único homem interessante neste imenso mundão.

_____________

Por: Ricardo Coiro – Via: Superela


Como usar incensos para mudar a vibração da sua casa:

Artigo Anterior

6 coisas que são capazes de assassinar um relacionamento:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.