Comportamento

Traída pelo marido após 22 anos de casamento, mulher se separa e aproveita: sai com 8 homens em um ano!

Foto: Instagram
Traída pelo marido após 22 anos de casamento mulher se separa e segue em frente Já saiu com 8 homens

A traição deu a essa mulher a chance de se reconectar consigo. Confira!

Com certeza uma das piores experiências para uma pessoa é a traição, descobrir que alguém a quem entregou amor, cuidado e lealdade menospreza seus esforços pode partir o coração. E reerguer-se e voltar a se amar após uma traição que põe fim a um relacionamento romântico sério é um caminho que muitas pessoas levam anos para percorrer.

Mas para Laura Friedman Williams, de 51 anos, o adultério do marido também lhe abriu portas para uma nova fase, a qual ela tem aproveitado muito. Uma matéria do Mirror contou um pouco sobre como a mulher mudou de vida. Num belo dia, quando ainda tinha 47 anos, seu então marido havia 22 anos, chegou em casa e lhe disse que lhe havia sido infiel.

Para alguém que estava com a mesma pessoa desde a época da faculdade, receber essa notícia foi um baque, especialmente porque ela não imaginava envelhecer ao lado de outra pessoa, ainda que a vida íntima do casal tivesse caído na rotina.

Por outro lado, sem se resignar a uma vida infeliz, a mulher tomou a única decisão que acreditava ser adequada para a situação: expulsou o marido de casa e exigiu-lhe o divórcio.

O surpreendente foi que o luto pelo fim do longo casamento não durou muito tempo para Laura. A mãe de três filhos, cinco meses após a separação, resolveu se aventurar no mundo do namoro novamente, com o objetivo de “recuperar o tempo perdido”, e as coisas funcionaram muito bem para ela.

2 Traída pelo marido após 22 anos de casamento mulher se separa e segue em frente Já saiu com 8 homens

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @laurafriedmanwilliams

Laura criou um perfil no Tinder e aproveitou ao máximo sua solteirice, bem como a liberdade de fazer o que bem entendesse.

Essa experiência lhe mostrou um mundo de novidades. Em entrevista ao New York Post, a mulher disse: “Se você quiser dormir com dois homens no mesmo dia, você pode. Se você quiser ter um encontro no meio do dia, você está livre. A única pessoa que pode te julgar é você mesmo. E se você está bem com isso, danem-se todos os outros”.

No ano seguinte à separação, ela já havia saído e se relacionado com oito homens, todos frutos de suas participações no aplicativo de namoro. De acordo com a mulher, a traição do ex-marido fez com que ela descobrisse o “superpoder” de ter vários homens.

Laura até mesmo escreveu o livro de memórias “Available”, onde explica como concilia a vida sexual com o ser mãe de três filhos.

A autora teve algumas ótimas experiências como solteira, mas também passou por alguns momentos que a fizeram perceber exatamente o que não queria para si.

3 Traída pelo marido após 22 anos de casamento mulher se separa e segue em frente Já saiu com 8 homens

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @laurafriedmanwilliams

Experiências reveladoras

Em certo encontro, Laura relata ter percebido não estar muito a fim do homem, mas fazia movimentos apenas para lhe agradar, ao invés de colocar as próprias necessidades em primeiro lugar.

Esse e outros momentos ajudaram-na a descobrir sua sexualidade de uma forma que nunca havia conseguido no período em que foi casada.

4 Traída pelo marido após 22 anos de casamento mulher se separa e segue em frente Já saiu com 8 homens

Direitos autorais: Reprodução Instagram / @laurafriedmanwilliams

A mulher de 51 anos disse que aprendeu a satisfazer os homens simplesmente perguntando o que eles queriam e do que eles gostavam, e a sua idade não interferiu em nada.

“Eu não acreditei na teoria de que, por ser mais velha, eu era menos desejável. Os homens eram muito atraídos pelo fato de eu ser uma mulher forte, que não queria nada deles, e estava no comando”.

Laura se tornou uma defensora do autoconhecimento feminino nas relações sexuais e encoraja as mulheres a viverem sua sexualidade intensamente, defendendo que uma boa “transa” pode ser uma ótima maneira de superar uma experiência ruim.

0 %