publicidade

As transformações nossas de cada dia…

As Transformações nossas de cada dia…

O amor é um sentimento curioso, alguns optam por manter a distância, por medo de se magoar; outros porque preferem curtir a vida de uma maneira mais livre, sem correr o risco de ferir outras pessoas, ou de se prender a alguém, pela mera razão de não ficar sozinho… Enfim, as explicações para o fato de ser/estar solteiro são diversas, mas há ainda aqueles que escolhem ter alguém ao seu lado e, a partir do momento em que você escolher não mais seguir só, naturalmente a relação se transforma, e não apenas a interação que você tem com o indivíduo que escolheu, mas também com os demais que partilham de sua amizade, e indo mais além, inclusive, as atitudes que tem para consigo mesmo.



Alguns dizem que jamais mudarão, para agradar alguém, que sua essência não sofrerá metamorfoses, mas perceba que não se trata de renegar quem você é, e sim de transformar a sua vida, para encaixar uma nova relação dentro dela.

Imagino que o caro leitor já tenha jogado ou ouvido falar do quebra-cabeça “Tetris”, que foi bem popular nos anos 80/90, menciono o mesmo, porque ele se assemelha bastante com o fato de relacionar-se com o outro: você precisa alterar as posições, riscar algumas linhas, inserir novas peças, e assim seguir avançando, e completando os espaços vazios, fazendo com que a estrutura se mantenha em equilíbrio.

As relações humanas são permeadas por uma série de elementos, que nós não controlamos. Os nossos amadurecimentos se fazem no cotidiano, e quando menos se espera você adota atitudes nunca antes imaginadas.

Mas será que isso significa, que você se transformou de tal maneira, que não se reconhece mais?

Nem sempre! É inegável que alguns se perdem ao longo da jornada, mas é também irrefutável que nós mudamos conforme caminhamos: aprendemos novas coisas, conhecemos pessoas, nos aproximamos de alguns, nos distanciamos de outros… Diariamente nos tornamos um ser diferente, porém isso não quer dizer que o passado se apague, muito pelo contrário, ele soma-se ao presente, e acumula-se no futuro, enriquecendo ainda mais as experiências da caminhada.


Nós mudamos, é um fato. E como mudamos! Mas não utilize as transformações como desculpa para praticar erros inconsequentes.

É importante realizar uma avaliação sempre que as metamorfoses permeiam a nossa singela existência. Vez ou outra se questione, pergunte-se, reflita sobre as suas decisões, e tenha como certeza: as pessoas mudam e a nossa verdade nem sempre é a que prevalece.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.