Animais

Vira-lata caramelo fica com a cabeça presa no muro ao espiar vizinhos e é resgatada por bombeiros

1

A cadelinha curiosa precisou de ajuda para ser resgatada. Confira!



Os animais possuem a própria personalidade e as características de comportamento típicas de sua própria espécie, que em muito se diferem das nossas. No entanto, quando participam ativamente da vida dos seres humanos, podem acabar replicando algumas de nossas atitudes, o que sempre nos diverte bastante.

Se você tem ou já teve algum animal de estimação, sabe que eles muitas vezes começam a se comportam como os seus donos, seja nos bons ou maus hábitos. Perceber que os nossos cãezinhos absorvem um pouco de nosso jeito em suas atitudes pode nos deixar bastante orgulhosos e proporcionar bons momentos de risada em família.

No entanto, algumas vezes eles podem ser um pouco mais sérios do que o normal, colocando-os em algumas confusões e fazendo com que nós precisemos de ajuda. Hoje, contaremos o que uma cadelinha muito travessa aprontou em sua casa, fazendo com que a sua família precisasse pedir ajuda aos bombeiros.


2

Direitos autorais: Rosângela Silva/arquivo pessoal.

De acordo com informações do portal G1, Mel, uma cadelinha vira-lata caramelo, uma das espécies mais queridas pelos brasileiros, acabou ficando com a cabeça presa no muro de sua própria casa, depois de tentar espiar a casa da vizinha.

Mel, que tem 1 ano e 8 meses, vive com a família em Sabará, Região Metropolitana de Belo Horizonte. No começo do mês de maio, ela acabou se colocando nessa situação depois de replicar um comportamento muito típico dos humanos: cuidar da vida dos outros.

Quem percebeu a situação foi sua própria dona, Rosângela Silva, quando estava saindo para trabalhar. A mulher disse que Mel dorme em uma área separada da casa, e que todas as manhãs alguém da casa abre o portão para que ela possa ficar livre em todo o terreno.


3

Direitos autorais: Rosângela Silva/Arquivo Pessoal

4

Direitos autorais: Rosângela Silva/Arquivo Pessoal

A família não entendeu o que fez com que a cadelinha ficasse curiosa com a casa da vizinha, e após 1 hora e meia tentando, nem Rosangela e nem outros 5 parentes foram capazes de tirar a cabeça de Mel do buraco no muro, por isso tiveram que chamar os bombeiros para auxiliar.

Quatro profissionais foram até a casa ajudar no resgate, e tiveram que quebrar o muro com uma ponteira e uma marreta para liberar Mel, após meia hora de trabalho. Rosângela contou que, após estar devidamente em segurança, Mel ficou pulando sem parar. Após o susto, a dona disse que ficou aliviada, e comemorou o fato de nada mais grave ter acontecido.


Ataque a creche de SC: professoras mortas na tragédia são identificadas

Artigo Anterior

“Ele nos ameaçava e perguntava quantas pessoas tinha matado”, diz soldado que resgatou vítimas em SC

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.