3min. de leitura

“Três coisas não podem ser escondidas por muito tempo: o sol, a lua e a verdade.”

O tempo é revelador! Muitas vezes nos encontramos em situações onde não conseguimos obter a clareza necessária, o entendimento do contexto que estamos vivendo.

Quem nunca?


Os “fundos do poço” nos parecem eternos de tão sombrios e intermináveis, trazendo a sensação de que aquilo nunca vai acabar ou que as respostas nunca virão.

Ficamos tão apegados ao final aliviante e aos desfechos felizes que não conseguimos compreender que nada acontece sem um propósito.

As pessoas nos parecem más e insensíveis e acreditamos, muitas vezes, termos sido tão bons, que não merecemos aquele tipo de tratamento ou aquele contexto tão injusto.


Mas saiba que nada está parado ou vem para nos prejudicar.

Todas as vivências que experienciamos vêm para nos impelir a nossa reforma íntima.

Somos criadores. Criamos nossa realidade a partir daquilo que somos por dentro, nossas verdades, sistema de crenças, traumas, energia. Criamos o que vibramos.


E na falta desse entendimento, acabamos por ter uma má compreensão dos fatos que geralmente nos faz experimentar sentimentos de frustração e revolta.

Mas acredite: nada está inerte.

Obviamente em alguns contextos, não agir também é uma ação e, às vezes, uma das mais inteligentes!

O silêncio também fala. A quietude também responde. Nada fica sem solução.

Pode ser que não possamos ver nitidamente naquele momento, pois nosso nível de consciência ainda não nos permite enxergar sem o véu da ilusão.

É como aquela frase de Buda:

“Três coisas não podem ser escondidas por muito tempo: o sol, a lua e a verdade.”

Não tenhamos tanta pressa, mas não deixemos de olhar para dentro.

Todos estamos evoluindo, aprendendo, adquirindo conhecimento.

Uns, mais rápido; outros, vagarosamente. Não importa.

O que devemos de fato saber é que tudo começa em nós.

O tempo é revelador. A vida sempre trata de colocar tudo e a todos em seus devidos lugares.


Direitos autorais da imagem de capa: 123RF / santiphoto.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.