Três passos para seguir e ser muito mais feliz do que se imagina!



Alguma vez você já sentiu como se não saísse do lugar? Teve a sensação das histórias sempre se repetirem em sua vida?

Os atores podem mudar, os cenários, tudo! Porém, o enredo se repete?!

Temos essa sensação, pois acontece mesmo. É a vida nos colocando ali naquela situação, como se fosse uma fase de jogo, para superarmos e aprendermos tudo o que precisamos, para, então, prosseguir para um próximo nível.

A vida, Deus, a nossa própria consciência. O Eu Sou. Temos tudo aquilo de que necessitamos exatamente dentro de nós. O nosso ser mais íntimo sabe tudo aquilo o que precisamos. E por mais doloroso que nos possa parecer, tudo o que vivenciamos, em um determinado momento, é o que precisávamos.

Precisávamos para nos fortalecer, para experienciar, por mais que ainda não compreendamos. Quando não soubermos como fazer para continuar a caminhada, por quais caminhos percorrer, podemos simplesmente nos silenciar. Silenciar e pedir a direção para nosso Deus. Para a nossa Consciência Divina.

A oração tem um poder majestoso. Podemos sempre utilizar desse incrível recurso para nos conectarmos com o sagrado sempre que quisermos, não apenas quando precisarmos.

Para ajudar no processo e quebrar os padrões de repetições vivenciadas, podemos seguir alguns passos para nos situarmos e tornar nossa vida mais plena.

Primeiro passo: o silêncio

Muitas vezes, até reconhecermos tudo o que está acontecendo e assimilar a situação como um todo, a cabeça fica um turbilhão. E esse turbilhão interno de pensamentos e sentimentos nos confunde sobre quais medidas devemos tomar. E quando não conseguimos nos concentrar em uma solução, agimos impulsivamente.

Diante dessa situação, a melhor opção é o silêncio. Entrar em um processo de introspecção e reflexão. Torne a meditação um hábito. Aprenda a meditar, a sentar e sentir a sua respiração. Deixar os pensamentos seguirem o seu fluxo, não se identificando com eles. Seja um observador de si mesmo. Aprenda a sentir, a ouvir, a enxergar.




Segundo passo: o reconhecimento

Distinguir que nossas atitudes e a não ação determinam tudo aquilo que vem a seguir. Quando algo se repete, em algum tempo/espaço, criamos um padrão. Reconhecendo os padrões, facilitamos a cessação das repetições. Reconhecer que você é o protagonista da sua história de vida é o grande passo que o leva a um próximo nível. Tomar uma decisão: continuar repetindo os mesmos padrões ou mudar a rota para o novo?


Terceiro passo: o perdão

O ato de se perdoar e perdoar o próximo é libertador! Perdoar nos permite avançar. É o soltar a brasa das mãos e tornar o aprendizado mais leve. Quando nós nos perdoamos, conseguimos nos compreender melhor e nos apoiar. Tomamos consciência de que somos passíveis de erros, e seguimos mais leves e mais humanos.

O foco é ajustar as velas do barco para outra direção.

Se quisermos progredir em nossa caminhada, precisamos nos liberar das amarras de nossa mente, e quando somos o protagonista da nossa história, deixamos de responsabilizar terceiros. Deixamos de ser vítimas do acaso. Passamos a encarar os fatos como nossas escolhas. Despertos, aprendemos o que necessitamos para continuar nossa jornada com mais leveza.


Direitos autorais da imagem de capa: Miguel Bruna on Unsplash






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.