ComportamentoReflexão

Tudo bem se você não conseguir deixar ir…

tudo bem se você não

Memórias deixam marcas em sua pele; ficam carimbadas em seu coração. Elas são um peso que só você pode sentir, mas para o mundo você se sente exposto. Coisas que já foram importantes anos atrás não são mais, mas tudo pode mudar em um piscar de olhos.



Você ainda pode ver a expressão em seus olhos; você pode ouvir o jeito que ele costumava rir.

Alguém de quem você estava perto, mas não está mais. Sua existência em seu mundo está diminuída, mas as memórias ficaram.

Sentimos falta da pessoa da qual costumávamos ser próximos, mas a ideia dela nos causa dor.


São as coisas com as quais nos conectamos e as pequenas coisas que se gravaram dentro de nós.

É importante lembrar que todos nós temos o poder de controlar exatamente o que nos controla.

Agora é a hora de entender a sua vida e conservar as coisas que te fazem feliz.

Se as memórias o fazem feliz, então mantenha-as. Sentir falta delas é normal também, mas apenas em sua mente, não em seu coração.


As memórias tendem a ficar conosco, mas nunca significa que estamos ligados à pessoa com quem as associamos.

Deixe ir cada parte dela e se liberte da corda que o prende. Basta fechar os olhos, dizer um adeus silencioso, e seguir em frente.

Agora abra seus olhos.

___


Traduzido pela equipe de O Segredo Fonte: Thought Catalog

Todos morrem, mas nem todos vivem…

Artigo Anterior

As ações que os obsessores e vampiros espirituais amam quando fazemos:

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.