5min. de leitura

Tudo é energia! descubra a importância da proteção energética

Como cuidas de ti e do que te rodeia?



Todos nós somos energia e estamos em constante troca energética com tudo o que nos rodeia: pessoas, animais, objetos, espaços e toda a natureza que nos envolve. Somos todos pessoas sensíveis, em maior ou menor grau, e nenhum de nós está imune às energias que nos circundam.

Essas energias podem ser a manifestação de pensamentos, de sentimentos, de palavras, de doenças e de ações, quaisquer que sejam. Muitas vezes, estamos rodeados de energias mais densas ou negativas que provêm de fatores exteriores a nós. Pessoas negativas ou pessimistas e lugares com muita gente, por exemplo, estão na origem dos nossos desequilíbrios energéticos.

Também é verdade que cada um de nós tem os seus próprios problemas que, por si só, geram desequilíbrio no nosso dia a dia, se não tivermos consciência deles ou não estivermos preparados para lidar com eles. Por vezes, podemos ser vampiros de nós mesmos!


Não só absorvemos energias negativas dos outros, como também somos sugados pelas pessoas que se alimentam da nossa energia.

Podemos estar a falar de pessoas encarnadas ou então de energias do plano espiritual.

A verdade é que estamos constantemente em contato com energias sutis e nem sempre nos apercebemos disso. Quantas vezes cruzamos com pessoas conhecidas e, depois de longa conversa, sentimo-nos drenados, cansados, com dor de cabeça ou sensação de peso e mal-estar? Muitas vezes, nem precisamos estar com pessoas conhecidas, basta estarmos em determinado lugar ou na presença de determinada pessoa para que nos sintamos mal.

Podemos mesmo atrair até nós energias mais baixas devido aos nossos maus pensamentos e sentimentos de baixa vibração, como a raiva ou o medo. Por isso devemos estar atentos também a nós e cuidarmos da nossa energia, da nossa conduta. De que adianta, por exemplo, ser praticante de reiki, se não mudarmos as nossas ações e a nossa maneira de estar?


Tudo é energia e devemos cuidar de nós próprios, mas temos de ter consciência de que nossa casa, nosso local de trabalho e nossos objetos também carregam energia.

Como cuidas de ti e do que te rodeia?

Sintomas de perturbações ou desequilíbrios na nossa energia:

  • Sentimento de medo, por vezes inexplicável.
  • Exaustão psíquica e emocional.
  • Padrões de sono irregulares: pesadelos, insônias, acordar constantemente.
  • Sentimento de vazio no peito ou de peso nas costas.
  • Apatia ou sentimento de indiferença perante a vida.
  • Ardor no plexo solar.
  • Fazer algo (involuntariamente) de forma oposta à sua natureza.
  • Mudanças repentinas de comportamento ou de humor.
  • Perda de interesse no dia a dia.
  • Sentimento de andar à deriva, sem rumo,
  • Ter esquecimentos inexplicáveis.
  • Ter vícios.
  • Ter compulsão para fazer coisas que são contra a sua natureza.
  • Sucessão de doenças que não se curam com medicamentos.
  • Sequências de acontecimentos trágicos ou de má sorte.
  • Medo de estar sozinho, etc.

O que fazer diante dessas sensações?

Pergunte a si mesmo:

  • Que pensamentos e atitudes tenho tido?
  • O que ando a comer e qual o meu estilo de vida?
  • A quem posso ter ofendido?
  • Quem pode estar magoado comigo?
  • Quem me enviou prendas ou ofertas?
  • O que estava eu a fazer ou a pensar quando me senti assim?
  • O que é que provocou esse ataque energético?
  • A quem estou ligado energeticamente?
  • Tenho algum tipo de obsessão (relativa a pessoas ou situações)?

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: Gergely Zsolnai/123RF Imagens.

Você sabia que O Segredo está no Instagram, Facebook e no Twitter? Siga-nos por lá.

* Matéria atualizada em 27/02/2020 às 4:10






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.