publicidade

Tudo que é demais, sobra!

Nada em excesso é bom. A teoria de que o equilíbrio é sempre a melhor opção, todos sabem.

Sempre nas headlines, nos livros e nos papos entre amigos. Mas entender e aplicar este balanço não é tarefa fácil! E não é mesmo!



O excesso de alegria, chato.

Reclamações, pode parar.

Exageros de declarações, ui!

Opiniões, sugestões, lições… quem pediu?


E assim vai…

Falar demais. Comer demais. Restringir-se demais. Trabalhar demais. Cobrar-se demais. Julgar demais. Gabar-se demais. Quieta demais. Coisas demais. Preconceito demais. Malhar demais. Comer demais. Explicar demais. Piadas demais. Criticar demais. Elogiar demais. Devagar demais. Rápido demais. Pensar demais…


Vazou! O copo encheu! Tudo que é demais, sobra!

Como está a balança? Como está o equilíbrio da vida? Estamos “sobrando”?

Engraçado como no meio de nossas loucas rotinas, apenas vivemos. Deixamos a água correr seu curso. Planejamos carreira, atividades dos filhos, viagens e alguns projetos de vida.

Mas, muitas vezes, não planejamos nós mesmos.

A planilha de exercícios da academia pode estar até feita e sendo cumprida, mas não planejamos pequenas coisas que envolvem nossa própria personalidade.

Enxergar-se, entender-se, respeitar-se e, consequentemente, respeitar ao próximo são benefícios destas nossas autoavaliações. Introspecções importantes para o nosso próprio bem-estar.

Devemos entender nossos exageros e trabalhar nossos excessos. Seja sozinho para quem consegue, com terapeutas para quem pode, com família para quem tem dialogo ou com amigos para quem tem bons.

Porque a vida passa exageradamente rápido e não queremos passar por ela sobrando.

Por Cintia Almeida que adora um menos é mais.

____________

Direitos autorais da imagem de capa: vadymvdrobot / 123RF Imagens

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.