6min. de leitura

Um artigo que poucos vão ler até o fim…

Um artigo que poucos vão ler até o fim…

Para o início de nossa prosa, preciso dizer que esse artigo NÃO É PARA MUITOS, no entanto, quem ler até o final, receberá um CONVITE ou simplesmente vai se descobrir sendo aquilo que desde o início foi chamado à missão. Vamos lá!


Muitas pessoas vieram para essa existência com uma missão que é a de sustentar uma harmonia energética que proporciona apoio e evolução para as pessoas que a cercam.  Outros, entretanto, vieram com uma missão ainda mais grandiosa (porém difícil) que é a de quebrar ilusões e inspirar uma mudança pela própria energia que habita em si. Essas pessoas podem ser chamadas de “catalisadores”. Com certa frequência descobrem que sempre estão presentes em ambientes conflituosos. No início, a vida para o catalisador é bem desafiadora uma vez que precisa aprender a integrar o conjunto de energias complexas que tem e como utilizar essa energia com sofisticação e destreza. Está curioso para saber se você é um catalisador ou identificar catalisadores próximos a você? Acompanhe-me nessa aventura incrível e faça uma descoberta fascinante (ao menos para um catalisador ou simpatizante do mesmo).

Acelerando partículas humanas

Sabemos, em nossa essência primordial que o melhor caminho é manter-se na nossa verdade (afinal, existem diversas verdades sobre tudo), tendo a coragem de expressar quem realmente somos. Isto em si mesmo, começa a acender um farol para os outros encontrar sua própria verdade dentro de si, no entanto, esta é apenas uma parte minúscula do papel de um catalisador.

Catalisadores são capazes de segurar energias muito fortes dentro de si (que no início parecem caóticas), conseguem transformá-las em si mesmo, através de um CONTROLE que muitos que estão à sua volta não compreendem e por diversos momentos catalisadores ouvem algo do tipo: “Você não diz nada! Você não me compreende! Estou aqui falando e você não me dá solução nenhuma! Não consigo te entender!”. No entanto, a resolução está acontecendo internamente e, em seguida, começam a emitir uma frequência que convida à mudança (que na maioria dos casos são sutis).


É de suma importância salientar que um catalisador não tem a capacidade de alterar o resultado final da jornada de uma pessoa para encontrar a verdade, ele somente acelera esse processo com o seu autocontrole. Assim, um verdadeiro catalisador jamais forçará a sua própria verdade sobre os outros, mas ele vai apresentar uma possibilidade alternativa ou desafiar até mesmo os alicerces fundamentais da própria realidade de alguém, causando fragmentações e fraturas das próprias ilusões, abrindo assim espaço para uma versão mais evoluída da própria verdade que irá surgir, que irá florescer.

Qual é o papel de um catalisador?

Ser um catalisador é por si só um desafio imenso frente a tantas energias densas e negativas que estão à nossa volta, no entanto, o seu papel fundamental será o de aceitar a si mesmo e integrar todas as energias que o rodeiam.

O catalisador não está nesta existência para ser o vencedor do voto popular (afinal, os grandes catalisadores que por aqui passaram muitas vezes foram incompreendidos, massacrados e acusados injustamente). O catalisador está propenso a perturbar e tirar as pessoas de sua zona de conforto, no entanto, tudo vai depender da destreza do toque, uma vez que podemos dominar dentro de nós mesmos uma forma de desafiar o outro, porém, com cuidado, com carinho, com respeito para que o outro não feche portas internas dentro de si mesmo.


Muitos estão aqui (e todos são convidados) para ser um catalisador, quebrando desarmonias energéticas deste mundo, para que um novo paradigma, para que novas verdades possam ser revelados, possam se desdobrar. Nós não estamos aqui para dizer às pessoas (e a nós mesmo) como vai ser, mas sim para ajudá-las a compreender o que não serve e, em seguida, permitir que o novo tome uma nova forma por si só.

Caso tenha sido “tocado” de alguma forma por esse artigo simplório (porém complexo), lhe faço um convite: “conhece-te a ti mesmo e conhecerás todo o Universo e os deuses, porque se o que procuras não achares primeiro dentro de ti mesmo, não acharás em lugar algum” (frase do Templo de Delfos – Grécia).

Compartilhe para que mais pessoas tenham acesso a artigos como esse. Paz e Luz!

Tarólogo Diego





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.