Um bom livro pode ser lido muitas vezes

Esse ano estou cumprindo uma meta desafiadora de ler 100 livros até o final de dezembro. Confesso que alguns livros não acrescentaram muita coisa e outros já estou doida para ler novamente no próximo ano. Mas dentre uma infinidade de livros, por que que reler?

Porque um bom livro deve ser lido duas vezes, três, quatro ou quantas desejar, pois a cada vez que for lido há novas informações e aprendizados para absorver.

Assim como os filmes que assistimos várias vezes, os livros que gostamos também podem ser lidos várias vezes. Seja para reviver as mesmas emoções ou para recordar aprendizados, é muito benéfico e indicado reler o que nos faz bem.

E assim como livros e filmes, por que não os relacionamentos? Um bom relacionamento entre as mesmas pessoas pode ser vivido mais de uma vez. Se acrescentar para ambos lados, por que não iniciar uma nova história? Estamos em constante mudança, crescimento, evolução. Não somos mais os mesmos de ontem e muito menos os mesmos de anos atrás.

Com exceção das pessoas doentes do ego, que já se consideram “deuses” que não precisam se modificar e, se demonstram esse intuito, é apenas da boca para fora, a maioria das pessoas tem capacidade de se modificarem, ou de se reformarem intimamente, transformando-se sempre em uma melhor versão.  A neurociência explica a plasticidade cerebral, ou seja, nos modificamos em contato com o meio durante toda a vida. Portanto, não podemos mais dar a desculpa de “deixar para a próxima vida” ou   “nasci assim, vou morrer assim”.

Relacionamentos são como livros. Quando queremos reatar laços, pode haver uma continuação da obra, após um suposto fim.

Pode ser que a história nem termine e o “livro” dure uma vida inteira. Ou que os laços se transformem para que ambos vivam novas histórias. O que não devemos é achar que tudo é definitivo, com tempo exato para iniciar e terminar. O que vale é o aprendizado e a experiência adquirida.

Meus livros preferidos eu os lerei quantas vezes desejar e as pessoas que já entraram na minha vida e quiserem voltar, contanto que seja para somar numa relação recíproca, serão sempre bem-vindas!

Eu as lerei, absorverei e doarei o pouco que tenho a oferecer nesse processo de aprendizado constante chamado Vida.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf Imagens



Deixe seu comentário