5min. de leitura

Um calendário colorido expressa a falta de cuidado conosco

Já percebeu como nosso calendário está cada vez mais colorido? É para chamar a nossa atenção para o cuidado que precisamos ter com nossa saúde mental e física.


Acabamos agosto violeta, setembro amarelo, começamos outubro rosa, depois novembro azul… E começamos os anos com janeiro branco.

Todos esses meses que citei, todas essas cores estão diretamente ligados ao meu trabalho. As estatísticas sobre ansiedade, depressão, doenças psicossomáticas, que nos afastam do trabalho, do estudo, da vida de forma geral, não são tão boas, e o mais triste: estão aumentando…

O calendário colorido nos chama a atenção: você ouve as suas emoções? Você se conhece? Você realmente escuta o outro?


Podemos fazer muitas outras perguntas, mas o mais importante são os caminhos que devemos seguir agora para não entrar em nenhuma das estatísticas ruins desse calendário colorido.

Nós sabemos que a maioria das doenças são multideterminadas, ou seja, doenças como câncer são alimentadas por várias fontes: emocional, ambiental, genética, social.

Em boa parte dos anos em que atuo na área de saúde mental (e não são poucos, hehehe!), constato que a maior causa de ansiedade/angústia, dos casos que acompanho, está centrada em seguir centenas de métodos diferentes que prometem emagrecimento instantâneo, curas sem esforço… Há muitos conteúdos, métodos, práticas excelentes, porém as pessoas se sentem pressionadas, pois se comparam a outras, uma vez que muitas tentam impor-lhes as suas verdades.


Veja aqui um caso de ansiedade que acompanho há mais ou menos dois anos:

A psicologia positiva veio resgatar a força interna que temos, veio nos conectar com a cura/prevenção, usando todo o potencial das nossas circuitarias neurais, ativando a plasticidade do nosso cérebro com ações diárias simples, mas que talvez as pessoas não lhes deem atenção.

Renomados neurocientistas, em seus livros, palestras, cursos, mostram-nos que o colorido do calendário aumenta porque nós nos afastamos das coisas simples e poderosas da vida e do nosso corpo.

Resumindo vários trabalhos comprovados cientificamente, podemos dizer que nossa saúde integral pode ser cultivada, prevenida e seus problemas sanados se:

– Praticarmos respiração profunda, que ativa a nossa coerência cardíaca, reduzindo cortisol e liberando ocitocina.

– Aprendermos a viver no agora, no momento presente, desenvolvendo foco, atenção e abrindo espaços entre os pensamentos, mantendo melhor clareza nas tomadas de decisão e propiciando estados criativos. Sair do “piloto automático” da vida faz muita diferença na forma de mastigar, andar, reagir…

– Estabelecermos relações saudáveis, cultivando mais vínculos familiares, afetivos e sociais que realmente nos façam bem, que aumentem nossa “química cerebral boa”. Estudos mostram que as relações familiares e conjugais são as mais potentes geradoras de stress.

– Focarmos no que dá certo, mantendo uma mente e comportamento mais positivos.

– Contemplarmos mais as coisas, desfrutarmos dos momentos, intensificarmos o que é belo, assim recarregaremos nossas energias para os momentos não tão bons, que sempre temos na vida.

Você deve estar desconfiado(a), afinal, não falei um monte de palavras difíceis e mostrei coisas muito simples.

Compreender como pensamentos, atitudes, convicções e emoções influenciam a saúde tem despertado interesse desde a Antiguidade, mas foi só nos anos 1980 que houve a comprovação de que pensamentos e emoções ativam o nosso sistema nervoso central, as respostas hormonais, causando impacto no sistema imunológico. Esse impacto pode ser positivo ou negativo, mas, com certeza, seguindo as orientações acima, o impacto será positivo, gerando saúde e bem-estar.

Já é comprovado que esperança e otimismo, quando desenvolvidos, previnem doenças e que as emoções positivas estimulam as células NK, capazes de destruir tumores.

Pesquisas mostram que mulheres com câncer têm na sua história emocional dificuldade de lidar, superar e resolver mágoas, perdas e culpas.

Entender suas emoções, focar num cérebro positivo, nas emoções positivas, são fatores determinantes para a saúde.

 

Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123RF Imagens.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.