publicidade

Um deleite intensamente viciante…

Esse sorriso é sarcástico pois, é muita prepotência ou carência, estar me apaixonando pelas minhas próprias palavras?



Ou quem sabe estou sendo vítima de emoções que há muito não sentia e o único modo que encontrei para que pudesse vivê-las foi através da escrita.

Uma escrita envolvente, não pretendo ser modesta. Porque para me apaixonar é preciso que cada página seja intensamente provocante. 

Um teor novo para mim, com linguagens sedutoras como se eu quisesse seduzir qualquer tipo de pessoa.

Por favor não vá pensar em cantadas baratas feitas após duas doses de bebida. Não!


São estrofes refinadas de toques delicados, alguns por serem singelos demais acabam parecendo inofensivos mas, não se engane, não são.

Estrofes que releio provando do meu próprio “opium”, que acabou tornando-se um deleite viciante.

Não consigo mais dormir antes de me envolver com minhas palavras. Minhas amantes, sedutoras, repletas de ação e inumeráveis predicados…


Ah! Palavras que me fazem pensar que nasci para amar cada uma delas. 

Páginas e mais páginas onde desnudo-me nas entrelinhas, pois entre elas posso te oferecer um banquete de reticências fazendo com que sinta o reverberar de sua imaginação  ao saber que na realidade você não passa de um(a) voyeur que observa em silêncio o meu prazer em escrever.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.