publicidade

Um incrível curta-metragem nos mostra que “educar não é encher a mente, mas libertá-la de suas ataduras”

Na criação de nossas crianças, precisamos aprender a diferença muito sutil que existe entre educar e limitar, mas nem sempre conseguimos. Achamos que devemos ensinar tudo do nosso jeito, e nos esquecemos que, por mais que as crianças tenham muito a aprender, não podemos cair no erro de pensar que nossa visão de mundo é a única correta e a única que devem conhecer.



Tanto os pais quanto os mestres possuem papeis fundamentais nas vidas das crianças, e sua função não é criar cópias exatas de si mesmos, mas sim transmitir conhecimento e fornecer as ferramentas necessárias para que as crianças descubram a si mesmas e desenvolvam seu potencial.

Educação não é encher a mente com conceitos e regras, mas libertá-la para que possa ter a verdadeira liberdade de viver a própria realidade, para pensar e criar por conta própria.

Existem muitas maneiras de limitar as mentes das crianças e prendê-las a padrões e crenças

Muitas vezes, mesmo sem perceber, nós limitamos nossas crianças, repreendendo-as todas as vezes em que tentam fazer as coisas do seu jeito, o que acaba por comprometer o seu impulso criativo.


Limitamos as crianças quando…

  • as repreendemos por seus erros com agressividade, o que acaba por traumatizá-las e gerar em seu interior um medo do fracasso, que influencia em sua autoestima e felicidade;
  • as rotulamos, moldamos sua personalidade de acordo com nossos próprios padrões, limitamos seus sonhos e as submetemos às expectativas alheias
  • adotamos comportamentos de superproteção e não permitimos que desenvolvam seus potenciais ou descubram o mundo por conta própria
  • as forçamos a viverem como nós, porque acreditamos que apenas nós sabemos o que é melhor para elas. Dessa maneira, prejudicamos sua capacidade de sonhar e perseguir seus próprios objetivos.

Permitindo que as crianças sejam livres

As crianças são puras, criativas, amorosas e empáticas e todos podemos aprender lições valiosas sobre a vida com elas. Ao invés de limitarmos seus pensamentos e comportamentos, devemos ser seus companheiros de jornada e abrirmos nossos corações para a simplicidade e luz que elas nos oferecem a todo momento.

O curta que apresentamos abaixo nos faz refletir sobre isso. Quando damos às crianças a oportunidade de serem quem são, as coisas se transformam. Ele é intitulado “A Cloudy Lesson” e foi produzido pelo diretor Yezi Xue em 2010.


Em apenas 2 minutos nos mostra a importância de sermos conscientes na criação das crianças.

3 lições que podemos levar para nossas vidas:

1. Não existe apenas uma maneira de pensar e agir

Existem muitas maneiras diferentes de pensar e agir, e cada um de nós tem o direito de ter as próprias experiências e decidir qual delas reflete melhor quem somos. Isso se torna ainda mais importante quando se trata de crianças, porque como elas possuem uma criatividade muito aflorada, quando é cortada bruscamente, torna-se difícil crescer novamente.


2. Os erros podem ser oportunidades de grandes descobertas

Os erros são uma parte fundamental de nossa aprendizagem e crescimento e não devem ser vistos com maus olhos. Ao invés de tratar os erros das crianças com agressividade, devemos incentivá-las a aprender com eles e sempre focar no lado positivo. Também devemos incorporar esses hábitos em nossas vidas. Assim, aos poucos nos desapegamos do pessimismo e buscamos novas perspectivas.


3. É essencial termos apoio

Usando o vídeo acima como exemplo, se o avô tivesse repreendido o neto por seu erro e não o tivesse encorajado a encontrar novas soluções para as nuvens, o menino teria entendido o acontecido como um grande fracasso, e isso provavelmente marcaria toda a sua vida. Mas como o avô decidiu apoiá-lo e encorajá-lo, as coisas seguiram um caminho feliz.

Seja mais como o avô para as crianças em sua vida e lembre-se sempre de que, mais do que nossas experiências, são nossas atitudes em relação a elas que mostram quem somos e como nossas vidas irão se desdobrar.

Se gostou da mensagem, deixe um comentário abaixo e compartilhe com seus amigos!


Imagem de capa retirada do vídeo

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.