ColunistasProsperidade

Um mundo de bonança!

Um mundo de bonança

Sim, você pode não acreditar, mas o mundo melhorou de uns anos para cá cá… apesar da humanidade estar de olhos fechados para a sua evolução espiritual e seu caráter mais humanitário.



Temos grandes notícias para contar, a época da barbárie melhorou ao longo dos séculos, os direitos civis também, nós como sociedade evoluímos sim.

O acesso a elementos básicos para a sobrevivência como ar, água, informação e alimentos melhorou, apesar da poluição do mundo e de ainda termos um enorme contingente de excluídos.

As condições sanitárias mundo afora melhoraram. Em geral, o que pensamos é um fato, poderíamos estar muito melhores do que estamos, mas nada está perdido, cabe à própria humanidade evoluir.


Mas, espere aí… a humanidade somos nós! Sim, cada um de nós carrega no peito essa marca… “a humanidade sou eu!”

Durante os tempos primitivos fomos acostumados a dar mais importância em sinais de perigo (consequentemente ruins) que aos bons sinais.

Era questão da nossa sobrevivência como espécie, então, fica aí o meu muito obrigado ao homem neandertal, mas, chega!

Não precisamos nos debulhar em lágrimas pelas redes sociais todo o dia, não precisamos ver sangue pra todo o lado no Bom Dia (?) Brasil!


Não que tenhamos que fechar nossos olhos aos problemas do mundo, mas é que vendo que as coisas dão certo, fica muito mais fácil tomá-las como exemplo para construir novas coisas boas.

A mídia inspirada na percepção que temos das notícias ruins atende ao público e ganha a audiência dando uma ênfase desbalanceada das coisas ruins no meio das coisas boas.

Acontece que já evoluímos (e muito) e queremos (eu, pelo menos) evoluir mais ainda.

Vamos aos exemplos das notícias boas:


– Em 1980, 53% da população mundial vivia abaixo da linha de pobreza (menos de US$1,25 por dia), hoje esse número é de 17%

– Em 2000, 246 milhões de crianças estavam envolvidas no trabalho infantil, hoje esse número é de cerca de 134 milhões.

– A produção de alimentos aumentou com novas tecnologias, assim como o acesso e distribuição, estamos longe de erradicar com a fome mas ela atualmente se dá muito mais por questões de acesso a terras agriculturáveis que por falta de renda familiar.

– A mortalidade infantil caiu pela metade nos últimos 25 anos!


Países desenvolvidos fizeram seus casos de homicícios despencarem nas últimas décadas (aí é só copiar o modelo e aplicar aqui !).

– Aumentamos em mais de 10 vezes a quantidade de anos na escola nos últimos 200 anos. Isso gerou uma redução global nas taxas de anafalbetismo.

Então, que tal você parar de reclamar e começar a fazer acontecer?

Sempre cabe um pensamento de Gandhi – “Seja a mudança que você quer ver no mundo”.


*dados Singularity University

_______________

Direitos autorais da imagem de capa: antonioguillem / 123RF Imagens


Não há nenhuma maneira certa de viver sua vida, mas há uma maneira errada:

Artigo Anterior

As maiores mentiras são as que contamos a nós mesmos…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.