4min. de leitura

Um “não” para o outro muitas vezes é um “sim” para você. Aprenda a se colocar como prioridade

Pare de querer agradar a todos! Um “não” para o outro muitas vezes é um “sim” para você.


A necessidade de agradar outras pessoas é um hábito que está presente na vida de muitos de nós, pelos mais diversos motivos. Acreditamos que se nos esforçarmos para agradar aqueles que estão ao nosso redor, conseguiremos alcançar os nossos objetivos rapidamente, para sermos inclusos em um grupo social que admiramos e que seremos mais felizes.

Em muitas ocasiões, o “agradar” pode ser substituído por “bajular”. Bajulamos porque acreditamos que nossos amigos merecem, que os nossos familiares têm direito e porque em muitos casos isso pode encurtar o caminho entre nós e aquilo que desejamos na vida.

No entanto, o que muitas vezes não consideramos são as consequências de fazer das outras pessoas prioridade de nossas próprias vidas.

Nesse contexto, quanto mais dizemos “sim” aos outros, mais dizemos “não” a nós mesmos, porque quando investimos todo o nosso tempo, energias e sentimentos dos outros, não nos sobra nada.


É claro que é muito positivo ser capaz de ajudar outras pessoas e oferecer o que temos para elas, mas isso deve ser espontâneo, não uma obrigação. A ajuda, a atenção e o carinho devem vir de dentro de nós, de nosso desejo de fazer o outro feliz, não de segundas intenções ou de manipulações.

Precisamos aprender a diferenciar quando dizemos “sim” porque queremos ou porque somos obrigados, e nos afastar de todas as pessoas que exigem que deixemos a nós mesmos de lado para vivermos em sua função.

Muitas vezes, quando dizemos “não” para outras pessoas estamos dizendo “sim” para nós, porque nos libertamos da necessidade de colocar o outro à frente de nossas próprias vidas, e compreendemos que para podermos ser a melhor versão de nós mesmos, para nós e para o mundo ao nosso redor, precisamos nos cuidar por dentro e por fora e investir todos os dias em nosso bem-estar e felicidade.


Devemos parar de tentar agradar a todos o tempo todo e começar a pensar naquilo que podemos fazer para agradar a nós mesmos, porque a nossa felicidade verdadeira acontece quando vivemos com paz e tranquilidade na alma, não quando estamos o tempo todo mendigando afeto ou ajuda em detrimento da nossa própria saúde emocional.

Pare de tentar agradar a todos, pois no final não sobrará nenhum pingo de amor e atenção para si mesmo.

Torne-se prioridade em sua própria vida e assim você verá a transformação verdadeira acontecer.


Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.


Direitos autorais da imagem de capa: Constantinos Panagopoulos/Unsplash.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.