7min. de leitura

Um novo ciclo está por vir. Da janela da minha alma, assisto à retrospectiva da minha vida

“A grandeza do homem se revela na beleza da sua alma.”


É interessante como a vida passa tão rápido, os dias vão se desfazendo como neblina aos nossos olhos.

A cada página virada do calendário, sabemos que vivemos duas grandes contradições, porém complementares e perfeitamente verdadeiras; a cada dia vivido, temos um dia a mais e um dia a menos.

Um dia a mais; um dia a menos…

Um dia a mais registrado na nossa história, um dia que pode ter sido cheio de realizações, aprendizados e muita energia boa, e também, um dia a menos para realizar, pois aqui, neste planeta, o tempo é contado a partir dos ponteiros do relógio, e são esses ponteiros o grande medidor do nosso tempo, da nossa produtividade de vida.


Há uma grande beleza e mistério em tudo isso, pois não viemos aqui com certezas, com decretos estabelecidos para sermos meros atores, mas, sim, viemos cheios de possibilidades, com direito de escolha, com a liberdade de mudar nossa rota quando quisermos, de sermos os protagonistas da nossa história. Mas, mesmo nesse caso, tudo é uma grande surpresa.

Planejamos porque assim a caminhada fica um tanto mais leve e assertiva, e ganha um propósito, no entanto, nem sempre os resultados virão conforme previstos, e se há uma coisa que tenho aprendido nesse ciclo é aceitar as novas possibilidades, é criar flexibilidade mental e emocional para acolher as surpresas que a vida traz e assim aprender com todas elas.

Para alguém como eu, que tem como dominante o perfil comportamental analista, é um grande desafio trabalhar a flexibilidade, aceitar as mudanças, conviver com o imprevisível, mas tenho aprendido algo belo em tudo isso.


Planejar é necessário, é fundamental, pois um bom planejamento pode nos fazer desfrutar melhor do caminho, leva-nos para a realização dos nossos sonhos, e um planejamento assertivo, alinhado com o nosso propósito de vida, traz um preenchimento imensurável para a alma, aquele contentamento em saber que se está no caminho certo, construindo um legado, e que se está sendo fiel à missão a que foi destinado cumprir nesta Terra.

No entanto, desapegar dos resultados e aceitar as boas surpresas também são fenômenos libertadores, e é aí que aprendemos o que é confiar, confiar no processo, confiar no tempo de maturação da vida, dos sonhos, dos projetos, confiar em Deus, no Universo, no Sagrado que habita em nós, na força que nos impulsiona para a vida, na Energia suprema criadora de todas as coisas, enfim, rótulos não importam. Importa mesmo é confiar em você, seu maior patrimônio, seu maior bem!

E aqui nos cabe uma reflexão: o que temos feito com a vida que recebemos?

Os dias estão passando, e quando olhamos para o retrovisor, para os caminhos que percorreu, quais sentimentos nos vêm à memória? Alegria, dissabores, contentamento, frustrações, aprendizados… Há correções de rota a serem realizadas? Temos sido bons condutores? Nossas ações têm impactado outras vidas? Temos deixado pegadas na estrada que valem a pena ser seguidas e lembradas? As reflexões são inúmeras, e penso ser muito propício analisar nossa vida nesse momento.

Estamos caminhando para o encerramento de mais um ciclo, e você, assim como eu, deve ter feito as famosas promessas de final de ano, algumas certamente realizou; outras, não. A grande pergunta é: o que é preciso fazer hoje para mudar o que ainda nos incomoda? O que precisamos melhorar em nós para cumprir as promessas que fizemos a nós mesmos?

Esta época do ano é uma das que mais gosto, particularmente para mim ,a partir de novembro, a vibração dos dias é mais calorosa e alegre, sinto uma energia de realização, de vida em movimento e muita gratidão, e por dois grandes motivos especiais: novembro foi o mês que escolhi para chegar aqui e iniciar a minha experiência terrena, e eu simplesmente adoro fazer aniversário! Ah, e dezembro? Amo o Natal, as festas em família, confraternizações entre amigos e principalmente celebrar o nascimento de Jesus que, para mim como cristã, faz todo sentido.

Provavelmente, você não tenha os mesmos motivos que eu, e talvez para você esse lance de Natal, de festas, nem faça sentido, mas fato é que é um momento de reflexão, de entrega, de encerramento de ciclos, de planejamento, de renovação, de esperança.

Meu convite a você é não deixar para fazer sua retrospectiva apenas na noite do dia 31 de dezembro; agradeça hoje as suas conquistas, reconheça hoje aqueles que caminharam ao seu lado, revise os planos que não deram certo, planeje seu novo ano, construa suas metas, escreva-as num papel, enfim, comprometa-se com você! Construa uma vida de propósito e aproveite essa experiência da melhor forma, não deixe a vida simplesmente passar pela sua janela como um telespectador totalmente passivo, assuma a sua liderança sobre você, sobre a vida que você ganhou de presente e viva uma vida incrível, pois o incrível está dentro de você e não fora.

Construa a sua vida incrivelmente incrível todos os dias! Perfeita para você e não para os outros!

Não viva para atender à expectativa de terceiros, para viver protocolos impostos pela sociedade, obrigações consumistas e que talvez nem façam sentido para você, pois você, somente você, sabe o que sua alma precisa para ser abundantemente feliz, emocionalmente feliz, para viver em paz e equilíbrio, e esse presente somente você pode lhe dar.

Pergunte à sua alma: querida alma, como eu posso amá-la mais? O que você gostaria que eu fizesse por nós? O que preciso deixar ir para libertar você? O que preciso fazer para juntos desfrutarmos dessa experiência de vida com plenitude?

Pergunte, silencie e ouça a resposta, você saberá quando ela vier. E então, após ouvi-la, agradeça, agradeça-a por ser um instrumento de manifestação da imortalidade, do amor divino da vida em movimento, da divindade em você.

Viva bem! Viva feliz! Viva com propósito!

 

Direitos autorais da imagem de capa: Joseph Kellner/Unsplash.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.