5min. de leitura

Um novo tempo nos espera, cheio de força e de coragem. Tudo haverá de fluir.

O tempo anuncia as mudanças na alma, no coração, nos desejos de paz. Aquilo que já não queremos mais, devemos dizer adeus e renovar em nós o espírito da esperança.

É preciso buscar onde quer que seja, lá no fundo da nossa essência, a calma necessária para atravessarmos as adversidades que por vezes nos viram do avesso.


As coisas estão acontecendo. O tempo anuncia as mudanças na alma, no coração, nos desejos de paz. Aquilo que já não queremos mais, devemos dizer adeus e renovar em nós o espírito da esperança.

Muitos dias foram de trégua, muitos dias foram mais inquietos, mas Deus tem uma presença bonita e um firmamento inquestionável, quando nós nos pegamos orando, agradecendo, sentindo as vibrações de luz.

De nada adianta olhar o céu cheio de azul, se por dentro nos acinzentamos, se nos encobrimos em nuvens de lamento e tristeza.


É preciso buscar onde quer que seja lá no fundo da nossa essência, a calma necessária para atravessarmos as adversidades que por vezes nos viram do avesso.

Estamos finalizando mais uma etapa. Acho que o melhor a fazer é sentar em algum canto e fazer uma reflexão de tudo que aconteceu, de tudo que conquistamos de tudo que conseguimos mudar em nós para melhor.


Aquele resquício de dor, aquela sensação de impotência, aquilo que não se concretizou, faz parte do ontem. É preciso reescrever uma nova história e levar para frente os sonhos de agora.

É preciso que tudo fique para trás, longe dos nossos olhos e coração.

Quando aprendemos a abençoar as coisas que chegam até nós, mostrando onde devemos nos preencher e nos construir, seja em planos, seja em ideias, seja em fortalecimento espiritual tão necessário para nosso equilíbrio interno, não nos obrigamos mais, e sim, nós nos oferecemos e doamos mais de nós para que os passos, embora muitas vezes pareçam sem destino, possam mudar muitas coisas dentro de nós mesmos.

Ontem reclamamos, sofremos e nos perdemos um pouco de nós mesmos, mas vivemos. Hoje questionamos, querendo entender o porquê de certas coisas. Mas também nos demos o direito de amar, de sentir alívio nos momentos mais intensos que recebemos.

É preciso mudar algumas regras e mudar a ordem do que emitimos para a nossa vida.

Acho que muita coisa pode vingar, desde que nossa vibração soe na positividade dentro da nova passagem.

Não podemos esperar a ruína emocional para transformação espiritual. Com certeza enfrentaremos muitas tempestades e pediremos que o vento também sopre a nosso favor.

Temos que começar por dentro de nós, honestos com nossos sentimentos, certos do que, de verdade, desejamos.

Não devemos deixar que pessoas sensíveis construam sonhos em nossos alicerces por vezes frágeis, não podemos decidir a vida de ninguém e nem sermos os salvadores da pátria.

Mas podemos embrenhar na sinceridade sem fingir, sem prometer, sem ser posse, sem ser uma mentira para quem nos ama de verdade.

As coisas acontecem, os sinais chegam, são transmitidos e recebidos através da nossa intuição.

Vencemos! Que possamos mais uma vez ser abençoados por ELE e pela sua generosidade.

Um novo tempo nos espera.  Cheio de força e de coragem para vivenciarmos o que imaginamos em nosso espaço interno. Tudo haverá de fluir.


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf / evgenyatamanenko





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.