Uma carta para o cara que a ama…

2min. de leitura

Sem saber explicar ao certo, ela se sentia amada por ele. Rapaz que a fez acreditar novamente em relacionamentos. Fizeram da união, momentos de companheirismo. Nos dias difíceis, respiraram fundo e se mantiveram ao lado. Criaram sonhos e começaram a caminhar juntos. Deram-se espaço um ao outro.



Livre como a borboleta, ela voa e volta para o jardim. Ela se sente assim quando está com ele. Fica mais forte, sem medo e com a vontade de ficar acordada a noite para ver o dia passar lentamente. Dias esses que se complementam com brincadeiras, carinho e beijos. Não precisam de um tempo integral, não precisam de muitas saídas e nem muita bebida para saberem que o que sentem é amor.

A vida dela está mais colorida depois que ele apareceu. Tem vontade de ligar para contar do dia ou até para ouvir um pouco a voz, saber como está. Às vezes ela não tem vontade de nada e ele respeita.

Ele é assim, agrada, ajuda, chama atenção para potencial bom e também para críticas. Faz isso, porque gosta de vê-la crescendo. Ele não tem medo de mostrar sentimentos, sabe que é com ela que vão construir muitas memórias.


Plantaram uma sementinha juntos um tempo atrás. Regam todo dia. Cresce. Um dia sem tanta atenção, uma folha cai. Outros com mais dedicação, flores surgem. Um pouco mais de empenho, aparecem frutos. Assim segue o amor que sentem.

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.