ColunistasRelacionamentos

Uma carta para o nosso encontro…

Ah… esse sonhado encontro!



Depois de tantas reticências é chegada a hora das nossas exclamações através de sorrisos tímidos… contemplações ansiosas…”olás” desconcertados e abraços sufocantes… sequenciados sem nenhuma lógica…

Apenas conduzidos pelas batidas nervosas dos nossos “tuns – tas”!

Ficar perto de você será como dar fim a todas as nossas interrogações…


Daquelas que torturam nossas razões por questionar nossos inocentes corações!

“O que de fato sentimos um pelo outro? Que sentimento é este que só cresce com o passar do tempo? Por que a vontade de querer estar próximo é maior do que a vontade de querer estar distante?”

E nesse momento tão nosso, as respostas emergiram rompendo as barreiras das execráveis dúvidas.

Depois de longos meses trocando confidências por meio de palavras escritas, certamente sentiremos – frente a frente – que ainda não revelamos tudo.


Pois, há algo em mim e em você que escondemos, algo maior que nós dois, algo que nos sufoca para ser rapidamente livre.

Entretanto os nossos olhares nos denunciarão sem esforço algum. E somente após esta delação silenciosa, nossos lábios se entregarão às algemas do tão esperado beijo.

Ah… esse sonhado encontro! Somente ele nos levará à soltura de toda a impregnação da verdade que acumulamos dentro de nós. 

Verdade que nos deixa sempre entre o persistir e o desistir… entre o partir de vez e o ficar para sempre.


Que esta verdade, então, nos desencarcere das nossas mentes cheias de talvez  e invada apenas nossos corações transbordantes de certezas!

_________

Direitos autorais da imagem de capa: peshkov / 123RF Imagens


Talentos, onde eles estão?

Artigo Anterior

A gente muda quando a zona de conforto já não nos abriga mais…

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.