ColunistasOraçãoReflexão

Uma oração chamada amor…

oraçãoamor
Amar é querer parar de caminhar sozinho e ter certeza que melhor mesmo é quando dois escolhem o mesmo caminho 


É estado de graça e de dor
É ter certeza que para essa “doença” não existe doutor

 
É cheiro, pé entrelaçado, saudade inacabada
É amar e ser amada
 

É não medir palavras e nem desviar o olhar na sacada
É assistir filme de terror, quando o que mais se quer é ver seriado de amor
 
Amor não tem explicação exata e nem sensata

É não ter medida e nem porção para nada
 
Carlos Drummond o desenhou nas entrelinhas de seus versos apaixonados
Qual menina não sonha com seu príncipe encantado?

 
Ahhhhh o amor… Que bom seria se com você não viessem também os “chororôs”

O mal hálito quando acordou, a meia suja no corredor e decorações masculinas em baixo do aparelho televisor

 
Coitado daquele que não tem ninguém para chamar de “meu amor”

E cheirar o “cangote” no frio e no calor

 
Ter certeza que em casa alguém você deixou
Que te escuta em meio à TPM e mal humor
 

Camarada que se gaba de nunca ter amado
Não viveu intensamente, desta vida, nem um bocado
 
Bom mesmo é ter alguém para chamar de meu bem


Entre cem, saber que seu coração só pertence a esse alguém
 
Amor é sempre está disposto a utilizar o verbo: reciclar
Nunca o verbo: descartar

 

Eu me recuso a ser meu próprio inimigo!

Artigo Anterior

Que qualidades tem o homem especial?

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.