ColunistasReflexão

Uma pergunta importante…

Estou organizando um livro e um curso sobre criatividade. Nas leituras e estudos diversos, tenho percebido que há perguntas fundamentais para sairmos do padrão, do automático e abrirmos as nossas mentes a possibilidades criativas.



Uma delas é: Por que? Outra: por que não?
Mas, a terceira pergunta é: E se…?

E é sobre essa que eu quero escrever hoje.


Analisando meus próprios momentos criativos, percebo que foi esse tipo de pergunta que me ajudou a ter essa criatividade manifestada com toda a clareza nesses momentos. São coisas simples que questionamos e que podem fazer a diferença, pois nos fazem mudar um pouco a prática desbotada e míope cristalizada na frase “porque sempre foi assim”.

Ao perguntar, pode ser que não tenhamos as respostas nem que as consigamos rapidamente.

Mas, já conseguimos sacudir a poeira dos nossos pensamentos e deixamos espaço para fazermos diferente ao invés de apenas seguirmos a manada sem nem saber o porquê.

E se houvesse quadro de escrever nas demais paredes da sala? E se o professor não ficasse apenas à frente da turma? E se os alunos puderem combinar seus talentos com o assunto da aula? E se eu der aulas no pátio? E se eu não precisasse dar provas e testes quando já sei qual será o resultado? E se os alunos criarem suas próprias avaliações? E se eu misturasse as turmas e outros colegas professores em uma mesma sala e fizéssemos um trabalho mais interdisciplinar? E se eu perguntasse aos alunos o que eles querem aprender? E se eu for fantasiada para a escola? E se eu deixar os aluno organizarem a próxima mostra da turma? E se eu anotar todas as perguntas que surgirem?


E a lista segue longe.

Pare uns minutos e escreva perguntas sobre o seu contexto – escolar, acadêmico, profissional, familiar… Ao iniciar uma pergunta com “e se…” você permite seu cérebro fazer combinações, brincar com o que está estabelecido, pensar acerca de oportunidades que talvez estejam escondidas e possibilidades criativas que estejam mal aproveitadas.

E se você experimentar fazer isso agora?


‘’cada pessoa que passa por nós está travando uma batalha invisível…’’

Artigo Anterior

Agora estou ocupada gostando de mim!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.