Pessoas inspiradoras

“Uma vida de pobreza e solidão”: policial conforta idoso em seus últimos momentos de vida

3 capa Uma vida de pobreza e solidao policial conforta idoso em seus ultimos momentos de vida

Dena conheceu Bob dois anos antes, quando estava de serviço, e ajudou-o no decorrer do tempo a melhorar sua qualidade de vida, já que ele era completamente sozinho.



Algumas pessoas podem ser consideradas anjos enviados à Terra, sempre prontas a mudar a vida do próximo e melhorar tudo em que tocam. São pessoas dispostas a fazer o bem, sentem-se bem quando oferecem ajuda, quando ajudam de fato, quando veem o brilho nos olhos de quem recebeu atenção. O que move esses indivíduos é a certeza de que, mesmo de pouco em pouco, é possível mudar a realidade das pessoas.

A policial de Lawrenceville, Dena Walker Pauly, é uma dessas pessoas. Ela conheceu Bob apenas dois anos antes dessa fotografia tão tocante. Ele estava sozinho desde a infância, passou uma vida solitária nas ruas, lidando com a pobreza e a ausência de familiares. O senhor estava em uma loja de penhores, quando se conheceram e, mesmo sem saber exatamente o que fazer, a oficial se ofereceu para acompanhá-lo até sua casa.

O senhor vivia em condições deploráveis. Naquele momento, Dena decidiu que ajudaria Bob como pudesse.


Ensinou-lhe a separar o lixo, onde descartá-lo, como manter a casa sempre limpa, entre outras coisas básicas. A policial sempre tentou garantir que ele tivesse comida e um espaço limpo, empenhando-se sempre para isso.

Dena recebeu uma procuração para tomar conta dos cuidados médicos de Bob, medida tomada assim que ele foi internado no Eastside Medical Center. O dia 14 de julho ficou marcado para sempre na memória dos dois, o fim era sentido cada vez mais próximo, e aquele seria o momento da despedida.

3 2 Uma vida de pobreza e solidao policial conforta idoso em seus ultimos momentos de vida

Direitos autorais: reprodução Facebook/Dena Walker Pauly.

Dena segurou a mão de Bob e disse inúmeras vezes que o amava. Talvez aquela tenha sido a primeira vez que aquele senhor tenha ouvido essas palavras. A policial e sua amiga Shannon Volkodav, quem publicou a história no Facebook, seguraram as mãos do idosos e rezaram, elas queriam ter certeza que ele soubesse do seu valor, que soubesse que Deus o ama, e que existem pessoas que se importam com seu bem-estar.


Dena disse que foi muito difícil se despedir de Bob, ele era um amigo que havia mudado para sempre sua vida.

Shannon explica em sua publicação que, por mais difícil que seja dizer adeus, ela mal pode esperar para que o senhor tenha o primeiro vislumbre do paraíso, principalmente porque sua vida na Terra foi cheia de dificuldades e solidão.

3 3 Uma vida de pobreza e solidao policial conforta idoso em seus ultimos momentos de vida

Direitos autorais: reprodução Facebook/Dena Walker Pauly.

Shannon ainda pede que todos os que virem essa história lembrem-se de orar pelos policiais, já que aquela imagem mostra a verdadeira natureza de quem escolhe essa profissão. Todos que se tornam policiais se importam com o próximo, importam-se de forma tão profunda que, muitas vezes, chega a doer.


Mesmo vendo a pior face da moeda, Shannon explica que, felizmente, também veem a melhor, e é isso que dá forças para continuar: fazer a diferença na vida de pessoas como Bob, mudar a realidade delas para sempre.

Que linda imagem!

Comente abaixo o que achou e compartilhe este texto nas suas redes sociais.


Menina de 7 anos ficou traumatizada por ter cabelo cortado à força na escola, sem permissão dos pais

Artigo Anterior

Todos os dias, este senhor vai a uma casa abandonada para alimentar gatinha de rua

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.