3min. de leitura

UNIR VERSOS…

Olhares distantes… mas brilham ao se encontrar , palavras tão intensas em um profundo pensar…o sentir é como mar, imenso, que se perde entre tantas águas, me inundando a cada mergulhar, que nos afoga pelas ondas de sensações do amar.


Você que deu a volta ao mundo por mim, em busca do que levo , do que tenho e do que sou, que da a volta em busca de si, do que é, e do que procurar ser.

Por tantas voltas estacionou ao me encontrar, pousou o seu coração no meu amor .

Perde- se as palavras… o único som que o universo contempla são as batidas do coração, do seu, e do meu, batendo na frequência da emoção, as auras se entrelaçaram… houve um colapso, é um sentimento absoluto.


uni

Você brilhando eu, e eu brilhando você, não foi por acaso, entre nós absolutamente nada, mas esse sol interior, que reúne e condensa em seu foco ardente todas as aspirações e todas as revelações sobre-humanas.


A conquista do seu ser, elevado e transfigurado, esta dentro de você, eu vejo e sinto, a alma esta lapidando, ha confusão em quem muito sente, a imensidão nos causa “danos “/ plenitude de nos repartimos , como em pedaços.

Nunca tente junta – los, porque a cada pedaço foi tudo de si que pode dar, e quando damos tudo de nós, recebemos muito de nós.

univer-versos-foto-de-capa-e-foto-02

A cada vez que você vem leva um pedaço de mim, de tantos pedaços que levou já me tem por inteiro.

Um constante equilibro, o amor, a leveza , a paz, os erros, e os medos, o corpo, o olhar e a alma, caminhando juntos, lado a lado, encontrando as estrelas… o céu e o inferno , conectando – se inteiros , para torna-se um.





Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.