Reflexão

Usar a seta no trânsito é mais do que uma obrigação, é um ato de respeito ao outro!

Usar a seta no transito e mais do que uma obrigacao e um ato de respeito com o outro

Pessoas que usam a seta no trânsito se preocupam mais com a segurança dos outros e com a da própria família. São cidadãos exemplares!



Não há como negar que a vida na cidade implica em enfrentar o trânsito diariamente. Se o respeito às regras, compreensão e atenção com a segurança fossem prioridades, o deslocamento não seria algo tão estressante a ponto de nos deixar esgotados ao final do dia.

Entre as principais medidas de segurança – e mais simples também –, o uso da seta de sinalização é capaz de evitar milhares de acidentes bobos. A mera indicação de que você vai fazer uma troca de faixa, uma conversão a alguns metros, uma ultrapassagem ou entrar e sair de uma vaga é essencial para que os outros condutores a sua volta se adequem à sua manobra, garantindo o bem-estar de todos.

A seta sinaliza sua preocupação com as pessoas a sua volta, avisa aos outros motoristas uma mudança de percurso e demonstra respeito às pessoas e àqueles que elas conduzem.


Esse ato é uma forma de demonstrar cuidado com o próximo. A sinalização permite aos outros condutores não ter que reagir a uma ação inesperada e não sinalizada. Isso quer dizer que quem está a sua volta não será pego de surpresa por um movimento repentino.

O Observatório Nacional de Segurança Viária afirma que a falta de utilização do pisca-pisca é uma das dez principais causas de acidentes nas ruas e estradas do Brasil. Segundo apurado pelo site BHAZ, um estudo apontou que 57% dos motoristas não usam a seta para trocar de faixa.

Além disso, seu uso é obrigatório, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro. Ignorá-lo pode gerar multa de R$ 196 e perda de cinco pontos na carteira.

Com números preocupantes como esses, a responsabilidade de usar a sinalização da forma correta aumenta. O condutor deve lembrar sempre que atitudes irresponsáveis e imprudentes põem a vida dos seus familiares e amigos em risco, bem como de outros motoristas e seus familiares e amigos.


Dirigir com responsabilidade diz muito sobre a forma como você encara a vida dos que o cercam e sobre o cidadão que você é. O sinal indicativo de direção, nome técnico da seta, existe também para que você cuide dos mais vulneráveis.

Ciclistas, motociclistas e pedestres precisam ser levados em consideração. Motoristas devem cuidar desses três que sofrem os acidentes mais graves, por estarem mais expostos e em desvantagem de força e tamanho. Para eles, a sinalização é ainda mais importante.

O ecossistema do trânsito deve facilitar o ir e vir dentro de uma cidade e região, e não ser uma selva de brigas constantes, alto nível de estresse e confusão.

Para diminuir esses conflitos, precisamos respeitar o próximo e ter sempre em mente a segurança de todos a nossa volta.


O uso da seta é uma das formas de demonstrar essa preocupação.

Qual das mulheres está falando a verdade? Apenas os mais atentos descobrirão!

Artigo Anterior

Motorista de aplicativo salva cadela que ia para eutanásia: “Deus me deu essa oportunidade!”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.