publicidade

Vacina contra covid-19 está sendo testada em profissionais de saúde de São Paulo. Grande notícia!

A vacina da Universidade de Oxford começou a ser testada por profissionais de São Paulo e está despertando a esperança na luta contra o novo coronavírus.



Uma notícia mais tangível e esperançosa contra a covid-19 está trazendo esperança a muitos brasileiros. Na última segunda-feira (22), a vacina ChAdOx1 nCoV-19, liderada pela Universidade de Oxford, no Reino Unido, começou a ser testada na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e na Fundação Lemann.

Essa vacina faz parte das treze que já estão sendo testadas em pessoas. Em São Paulo, os testes começaram no dia 19 deste mês e, de acordo com informações da própria Universidade, cerca de 5 mil profissionais de saúde serão testados em São Paulo e Rio de Janeiro, onde a aplicação das doses será feita pela Rede D’Or São Luiz. No total, 50 mil pessoas serão testadas em todo o planeta.

A vacina da Universidade de Oxford, desenvolvida em parceria com a empresa AstraZeneca, uma das mais avançadas, está na terceira fase de testes. Sua produção acontece a partir de um adenovírus que ataca chimpanzés, causando-lhes resfriados. Somado a esse vírus está o material genético usado na produção da proteína “spike” da sars-cov-2 (a que ele usa para invadir células), induzindo a produção de anticorpos.


Como a vacina não usa o vírus em si, ela é considerada uma das mais “seguras” para os humanos.

Os profissionais que testarão a vacina trabalham na linha de frente contra o coronavírus, devem ter entre 18 e 55 anos e não podem ter contraído a doença.

Pelo planejamento, os resultados serão divulgados até setembro e, se seguirem o esperado, a estimativa é que as vacinas sejam entregues em outubro.

Para que o Brasil possa receber as primeiras levas da vacina, é preciso o governo assinar um acordo com a Universidade de Oxford, para ter prioridade de compra. De acordo com o apurado pelo G1, até então, o acordo está em análise pelos ministérios da Saúde e da Economia, mas nenhuma confirmação foi dada a respeito da assinatura do acordo.


Receber estes testes foi uma grande conquista para o nosso país, e se tivermos prioridade na compra da vacina, caso os resultados sejam positivos, estaremos muito mais próximos do fim dessa grande crise que estamos enfrentando.

Agora é esperar os resultados saírem e que o governo faça a sua parte, para que a vacina chegue logo para todos nós.

Compartilhe essa boa e esperançosa notícia em suas redes sociais!

 

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.