Comportamento

Vacinação contra Covid-19 começará no país todo essa segunda a partir das 17h, diz Pazuello

PAZUELLO 50831575246 9f546e0fe5 o.jpg

Na manhã dessa segunda-feira (18), o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, comunicou que a vacinação contra a Covid-19 começará hoje a partir das 17h em todo o país.



A previsão inicial era de que a campanha começasse na quarta (20), mas segundo o G1, o ministro sofreu pressão dos governadores, que desejavam a antecipação da aplicação, e por isso voltou atrás na decisão.

Está dado o primeiro passo para o início da maior campanha de vacinação do mundo contra o coronavírus, afirmou o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

O anúncio foi feito logo após a aprovação do uso emergencial da CoronaVac e da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a AstraZeneca pela Anvisa.


O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, ressaltou que a imunização começará simultaneamente em todo o Brasil e criticou a aplicação da primeira dose em São Paulo. Segundo Pazuello, a aplicação da vacina na enfermeira Mônica Calazans, está em desacordo com a lei.

Neste domingo, 17, o Brasil registrou médias móveis de 54.165,4 novos casos confirmados e 947,7 mortes pela Covid-19.

Poderíamos num ato simbólico ou numa jogada de marketing iniciar a primeira dose em uma pessoa, mas em respeito a todos os governadores, prefeitos e todos os brasileiros, o Ministério da Saúde não fará isso, acrescentou o ministro, em clara crítica ao início da vacinação no estado de São Paulo, liderada pelo governador João Doria.

Segundo Pazuello, o acordo firmado com o Instituto Butantan prevê a entrega de todas as doses produzidas ou importadas pelo Instituto ao Ministério da Saúde. Atualmente, 6 milhões de doses da CoronaVac estão prontas para aplicação. O regime de administração da CoronaVac demandar a aplicação de duas doses para a imunização, o que significa que essa quantidade de doses atende 3 milhões de pessoas.


Marcius Melhem alega danos morais e pede indenização de R$ 200 mil a Dani Calabresa

Artigo Anterior

Garçonete brasileira salva a vida de criança de 11 anos, que sofria tortura nos EUA: “Foi das mãos de Deus”

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.