Valorize-se e valorize suas relações. Mais humanidade, mais contato, mais olho no olho, tem coisa melhor?



Eu acredito que o recomeço seja uma das coisas mais difíceis de se fazer, por uma série de motivos, para ser mais específico, estou falando em relação aos relacionamentos. 

Quem é intenso como eu, vive e sente tudo 100%, somos sem filtro, sentimo-nos bem e felizes em agradar e facilitar a vida da pessoa com a qual estamos nos relacionando (…) e nos entregamos totalmente, sem jogos, somos limpos, somos coração, somos 100% lembra?

O grande problema é quando toda essa entrega não tem um retorno e quando cobramos e somos confrontados por isso acabamos nos sentindo culpados. Quando nos apaixonamos perdidamente por alguém, nós nos esquecemos um pouco ou muito de nós, gastamos energia, dedicação, carinho e muito amor por alguém que pode ir embora, sem carta, avisos ou despedidas. O sentimento de culpa é inevitável, você passa dias e dias pensando onde errou, cria diálogos na sua cabeça (que nunca acontecerão,  haha), chora, parece que vai morrer de angústia, como alguém pode simplesmente ser amada, cuidada, com todo o carinho do mundo? Pois é minha gente, relações humanas não são para principiantes, mas saibam que tudo isso passa, a angústia, a dor no peito, o acelerar do coração, os choros e as dúvidas.

Como? Treine muito a sua mente, afinal, se você foi só dedicação, por qual motivo vai se martirizar?

Reserve um cantinho, não importa qual, fique sozinho, reflita, converse com Deus, isso acalmará o seu coração. Depois de um tempo você vai se sentir melhor, mais confiante, mais bonito, e quando perceber estará com a sua cabeça erguida novamente, sabe o que é isso?

O amor-próprio que você enterrou dentro de si quando optou por se doar 100%. O tempo é senhor de tudo em nossas vidas, algumas pessoas simplesmente precisam da nossa ausência, ou têm muita segurança em relação ao que sentimos, e com isso se sentem no direito de mandar e desmandar, e cometer atitudes que nos ferem, deixam marcas. Cabe a você dar seguimento à sua vida ou, se a tal pessoa voltar, pontuar todas essas coisas.

Uma coisa eu sei, jamais deixarei de ser 100% com as pessoas que merecem e que se dedicam a mim com a mesma intensidade. O mundo já está cheio de pessoas 70, 80, 97%.

Seja o melhor ser humano que você puder sempre, mude o mundo com o seu sorriso, não deixe o mundo mudar o seu sorriso. Seja 100% 

Por mais que muitas vezes você seja depreciado ou não reconhecido por todo o empenho que teve para fazer uma relação dar certo, não deixe que isso altere o seu modo de ser, acredite, você está certo!

Hoje em dia as pessoas são muito acostumadas a pessoas abaixo dos 100% e se contentam com isso. Eu que não as quero perto de mim, sou muito intenso, meto os pés pelas mãos, sofro, choro, eu me dedico, eu vivo! Afinal, qual a função do humano no mundo de hoje?

Um mundo tão cheio de intolerância, de pessoas frias e cada vez mais tristes, que cada vez mais vivem apenas para o trabalho e menos para apreciar os pequenos gestos que outras têm para com elas.



Viva a sua vida, saia do celular e aprecie a vida real, o pássaro na janela, a pessoa bonita na rua, uma conversa com o amigo.

Muita gente procura o amor da vida, mas deixe-me contar para você um segredinho: às vezes, o amor da sua vida passou por você, olhou-o, mas você estava mais interessado em ver a vida dos outros nos Instagram e Facebook.

Mais humanidade, mais contato, mais olho no olho, mais pele, nós humanos progredimos tanto, mas nesse quesito estamos caminhando na contramão.

Valorize quem faz questão de ver você, valorize quem faz questão de sair com você, valorize que prefere olhá-lo em um jantar a olhar para a tela de um celular para postar onde está e tirar foto do que está comendo. Valorize quem vive para e com você e não quem vive coisas abstratas e frias.

Valorize-se e valorize as suas relações, olho no olho, boca na boca, mão com mão, existe coisa melhor?

Seja diferente, ser simples hoje tornou-se diferente, hoje em dia vivemos em um mundo em que todo mundo é tão “cada um por si”, que as pessoas deixaram de valorizar o contato, acreditam que a tela de um celular pode matar a saudade.

O que mata a saudade é um abraço apertado, um beijo bem dado e um amor bem-amado. 


Direitos autorais da imagem de capa licenciada para o site O Segredo: 123rf Imagens






Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.