Notícias

Velório de vítimas de atentado em creche reúne amigos e familiares

Por volta das 4h da madrugada desta quarta-feira, familiares e amigos dos mortos fizeram uma pequena celebração. Às 9h, uma missa de corpo presente começou no local.



O velório das cinco pessoas mortas no atentado à escola infantil Pró-Infância Aquarela em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, começou por volta das 23h de terça-feira (4) no Parque de Exposições Theobaldo Hermes. Desde as 10h50 desta quarta-feira (5), familiares e amigos acompanham o enterro das vítimas.

Os corpos das três crianças, da professora e da agente educativa chegaram por volta das 3h no parque que funciona como ginásio da cidade. Ainda na madrugada, a comunidade fez uma pequena celebração. Pela manhã, às 9h, teve início uma missa de corpo presente.

Por volta das 10h50, os corpos começaram a ser levados por um cortejo ao Cemitério Municipal de Saudades, localizado a 300 metros de onde foi o velório.


Direitos autorais: Sirli Freitas/ NSC TV

 

Direitos autorais: Mateus Castro/ NSC TV

Quem são as vítimas


  • Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, era professora e dava aulas na unidade havia cerca de 10 anos
  • Mirla Renner, de 20 anos, era agente educacional na escola
  • Sarah Luiza Mahle Sehn, de 1 ano e 7 meses

  • Murilo Massing, de 1 ano e 9 meses
  • Anna Bela Fernandes de Barros, de 1 ano e 8 meses.

O que se sabe até agora:


  • Um homem de 18 anos invadiu a escola Aquarela com duas facas às 10h de terça (4).
  • A creche fica na cidade de Saudades (SC), 600km de Florianópolis, e atende crianças de 6 meses a 2 anos.
  • 20 crianças estavam no local sob os cuidados de 5 professoras.

  • A primeira pessoa que o assassino atacou foi a professora Keli Adriane Aniecevski. Mesmo ferida, ela correu para uma sala, onde estavam quatro crianças e a agente educativa Mirla Renner, de 20 anos.
  • O homem chegou até a sala e continuou os ataques, matando Keli e três crianças. Mirla chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Veja quem são as vítimas.
  • Todas as vítimas foram atingidas com, pelo menos, cinco golpes de facão.
  • O assassino tentou entrar em todas as salas da creche, mas professoras conseguiram se trancar e proteger as crianças.

  • Na casa do assassino, a polícia encontrou R$ 11 mil e duas embalagens de facas novas.
  • A única sobrevivente ao ataque é uma criança de 1 ano e 8 meses, que está na UTI.

Emocionante mensagem de Pe Fábio de Melo à Dea Lúcia, mãe de Paulo Gustavo

Artigo Anterior

Em vídeo antigo, Paulo Gustavo pediu para “cuidarmos uns dos outros” até a vacina

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.