Pessoas inspiradoras

Vendedora presenteia idoso humilde com sapatos da loja onde trabalha. Um ato de bondade!

O senhor entrou numa loja na esperança de que conseguiria a doação de um sapato usado, já que os seus estavam em situação precária.



A vulnerabilidade social atinge as pessoas independentemente da idade, colocando em xeque as funções mais básicas, como alimentação, moradia, educação, segurança e bem-estar. Todos têm o direito de viver plenamente, ter um lugar para dormir, vestir-se e comer com qualidade, sem precisar se humilhar para conseguir isso.

Mas a realidade, muito atenuada pela pandemia, é que muitos estão tendo esses direitos violados, não conseguem empregos e, consequentemente, pagar por nenhum item de consumo, nem ao menos a própria comida.

Basta reparar na quantidade de pessoas que estão nas ruas, pedindo dinheiro ou vendendo balas no sinal. A situação se agrava nas cidades próximas às regiões fronteiriças, atraindo imigrantes latinos em situação de vulnerabilidade social ainda mais grave.


Ao mesmo tempo, conseguimos ver cidadãos comuns dando o seu máximo para ajudar como podem quem mais precisa. E não é preciso ter muito dinheiro nem mudar muito a sua rotina para alterar a vida de alguém, basta olhar ao redor e, de fato, importar-se.

Em Oaxaca, no México, Michelle Hada Santiago foi uma dessas pessoas que viu além, que compreendeu a importância de agir em prol do bem-estar de um cidadão. Funcionária da loja de calçados Coppel Trujano, ela decidiu intervir para melhorar a vida de um completo desconhecido.

Um senhor desabrigado entrou na loja e perguntou se ali eles doavam sapatos velhos e usados a quem mais precisava. Era visível que aquele idoso não tinha dinheiro, ninguém sabia se ele conseguiria pagar pela próxima refeição, por isso não tinha nem como comprar o sapato mais barato da loja.

Os funcionários imediatamente disseram que não, ali não doavam sapatos velhos e usados. O senhor abaixou a cabeça e se virou para ir embora, quando Michelle parou o que estava fazendo para entender a situação. Ela perguntou o que o senhor queria e assim que os colegas disseram o que estava acontecendo, não pensou duas vezes, sabia que tinha de fazer algo para ajudar.


Direitos autorais: reprodução Facebook/Chiapas Sin Censura.

O caso é relatado pela página do Facebook Chiapas Sin Censura e mostra as imagens de Michelle e daquele senhor humilde. Cumprindo seu papel como cidadã, a funcionária disse ao idoso que ele não teria sapatos velhos, mas sim, sapatos novos!

Ela pagou o par do próprio bolso, não se importando com a situação daquele desconhecido, sem ter preconceito e muito menos sem cobrar nada em troca. Michelle não agiu para se aparecer, sua atitude foi rápida e muitos funcionários da loja nem entenderam o que estava acontecendo. O ato foi fotografado por um cliente que presenciou atentamente tudo, reconhecendo o tamanho da solidariedade daquela mulher.

Um pequeno ato é capaz de mudar a vida das pessoas. Pode parecer algo pequeno, sem valor ou mesmo sem sentido, mas quem recebe uma demonstração de boa ação, uma ajuda, um apoio, sabe muito bem o valor desse presente. Estender a mão a alguém pode mudar o curso de uma história na nossa sociedade.


Rapaz comove internautas ao ajudar cabritinha cega perdida em pasto!

Artigo Anterior

Mecânico usa as horas vagas para consertar carros velhos e doar para famílias necessitadas!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.