3min. de leitura

Verbalize para não somatizar, o corpo não aguenta a pressão e uma hora explode tudo o que ficou represado

Verbalize! Aprenda a expor em palavras seus sentimentos e emoções.

Aprenda a expor em palavras seus sentimentos e emoções.


Aprenda a expor em palavras seus sentimentos e emoções.

Verbalize tudo aquilo que incomoda, angustia e gera dor.

Verbalize inseguranças para que possam ser verificadas suas raízes.


Verbalize seus medos para que possam ser desmitificados.

Verbalize suas dúvidas em forma de perguntas para que encontre as respostas que tanto procura, sejam elas, internas ou externas.

Verbalize suas necessidades de carinho, atenção e apoio. Verbalize para si mesmo com a intenção de entender seus comportamentos mais a fundo e suprir suas necessidades sem depender dos outros.


Verbalize suas insatisfações e frustrações, para se conhecer.

Verbalize suas expectativas e questionando-as e descubra se são justas.

Verbalize para não somatizar, o corpo não aguenta a pressão e uma hora explode tudo aquilo que ficou represado.

Verbalize para conectar, para apoiar, estimular, orientar e agregar.

Verbalize tudo aquilo que alegra, eleva, enaltece.

Verbalize para estimular o melhor de si e dos outros.

Verbalize para ajustar e quando necessário, para se desconectar.

Verbalize para quem é de direito quando o problema for especÍfico concedendo ao outro, o “direito de defesa” e compreensão.

Verbalize para se comunicar, sinalizar ao outro que entendeu, mostrar que escutou o que foi dito e que você estava presente.

Verbalize para aliviar suas “neuras” e expurgar todo lixo guardado, seja com um profissional, alguém de confiança ou para si mesmo.

Verbalize o que precisa ser verbalizado não para agredir, menosprezar ou vitimizar-se. Mas simplesmente pela necessidade de expor seus pontos de vista, perspectivas e mostrar aos outros, ao mundo, um pouco mais de si mesmo. Pois através da comunicação nos relacionamos, “curamos e somos curados”, nos conectamos, desconectamos e somos desconectados.

Verbalize!

Mas se o ato o assusta a ponto das palavras fugirem toda vez que pensa na possibilidade, lembre-se de que a escrita além de ser uma forma de expressão é também, a verbalização no papel.







Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.