Comportamento

Vereador preso por tráfico de drogas toma posse de dentro da cadeia. Inacreditável!

CAPA Vereador preso por trafico de drogas toma posse de dentro da cadeia Inacreditavel

Juiz autorizou Diogo Canata a participar da cerimônia de posse de dentro da cadeia. O evento foi feito por videoconferência.



Uma situação inusitada aconteceu no dia 13 de janeiro! Em Alvorada do Sul, município que fica no Paraná, o vereador Diogo Canata (PL) tomou posse de dentro da cadeia, por videoconferência. Parece até cena de filme, mas é verdade. Diogo foi o quarto vereador mais votado na cidade, mas está preso por ser suspeito de tráfico de drogas.

De acordo com o G1, o vereador foi reeleito em 2020, e a Justiça autorizou a posse dele mesmo atrás das grades. Como o processo está em andamento, e ele ainda não foi condenado, as autoridades entenderam que ele poderia sim assumir o cargo de vereador. Mas como está preso, a cerimônia teve de ser realizada dentro da cadeia mesmo.

A cerimônia de posse dos vereadores locais aconteceu no primeiro dia do ano, no plenário da Câmara Municipal de Alvorada do Sul, sem a participação de Diogo, que já estava em prisão preventiva. Duas semanas depois do evento oficial, durante uma sessão da Câmara, Diogo tomou posse como vereador.


Mesmo estando preso desde julho de 2020, suspeito de ser chefe do tráfico de drogas na cidade, ele foi o quarto vereador mais votado na cidade.

Como essa situação nunca ocorreu, ninguém ainda sabe como proceder. Os outros vereadores devem se reunir para decidir se a Câmara Municipal vai pagar os salários do vereador ou se suspenderá os pagamentos enquanto ele estiver preso. Segundo a reportagem, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE/PR) orientou a Casa a suspender os pagamentos salariais de Diogo Canato; o valor pago em Alvorada do Sul aos vereadores é de R$ 4,8 mil.

De acordo com o Ministério Público do Paraná (MP/PR), além de ser suspeito de chefiar o tráfico de drogas na cidade, Diogo é suspeito de praticar agiotagem, lavagem de dinheiro e de fornecer armas para que outras pessoas cometessem crimes contra policiais militares.

Ele foi alvo de uma operação da Divisão Estadual de Narcóticos (Denarc) e, segundo a polícia, foram encontrados cerca de 30 kg de crack e armas na casa do vereador.


Preso preventivamente em julho de 2020, Diogo foi afastado do cargo e parou de receber os salários como vereador. O Ministério Público conta que ele não pode ter seus direitos políticos suspensos porque o caso ainda está em andamento. Como não existe condenação por crime, Diogo Canata não pode ser impedido de concorrer nem de tomar posse como vereador.

O que você pensa sobre esse caso inusitado?

Comente sua opinião e compartilhe com seus amigos nas redes sociais.

 


Filho de lavadeira e carroceiro vence dificuldades e se torna juiz na Paraíba. Merece os parabéns!

Artigo Anterior

Não se torne mãe, se não está disposta a passar perrengue!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.