Pessoas inspiradoras

Veterinária se veste de Mulher-Maravilha e faz doações de brinquedos e comida para pessoas necessitadas

Com o sonho de ajudar as pessoas mais vulneráveis desde a infância, Rosamaria distribui as doações quinzenalmente nas comunidades de São Paulo.



Para algumas pessoas, ajudar o próximo é quase um dom, uma vocação que precisa ser atendida.

A ajuda pode vir de várias formas, como doações esporádicas, engajamento em movimentos sociais, doações de dinheiro regulares a instituições, entre outros. O que importa mesmo é usar as ferramentas que têm nas mãos para impactar positivamente a vida de quem mais precisa.

A veterinária Rosamaria Cardone, de 40 anos, distribui brinquedos, comida e ração para animais a cada 15 dias, nas comunidades carentes da Grande São Paulo, sempre vestida de Mulher-Maravilha. A caracterização é grande, pois até seu carro é envelopado com o escudo e uma imagem da personagem dos quadrinhos da DC Comics.


Tudo começou em 2013, quando foi visitar crianças no Hospital de Câncer de São Paulo e percebeu que todos os voluntários se vestiam de super-heróis; achou a ideia interessante e passou a se vestir de Mulher-Maravilha.

Desde então, na maioria das entregas ela usa o uniforme da personagem, e explica que quando não está caracterizada, as crianças não emanam a mesma alegria e empolgação.

Segundo reportagem do TAB UOL, Maria Cândida Cardone, de 83 anos, mãe de Rosamaria, revela que a menina queria ajudar o próximo desde criança, e vivia dizendo que queria ser rica para que isso acontecesse. A ajuda não se estende apenas para as pessoas, a Mulher-Maravilha também resgata e alimenta animais de rua, sem fazer ideia de quantos já ajudou ao longo dos anos.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@mulhermaravilha81.


As entregas que faz são sempre cheias de magia e solidariedade, e a maioria das pessoas realmente a trata como se fosse a personagem dos quadrinhos. Rosa conta que, com a pandemia, a quantidade de doações que passou a fazer se intensificou, já que antes eram apenas em datas comemorativas. Além disso, ela não recebe nenhum patrocínio específico ou ajuda financeira regular, mas quanto mais donativos recebe, mais vezes consegue ir às comunidades.

Para cumprir o que deseja, a Mulher-Maravilha tira dinheiro do próprio bolso ou pede nas redes sociais que as pessoas se solidarizem com a causa. Muitas vezes, faz as entregas sozinha, sem ninguém que a ajude ao menos nas visitas, mas mesmo assim continua se empenhando cada vez mais para fazer a diferença na vida de quem precisa.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@mulhermaravilha81.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@mulhermaravilha81.


Nos vídeos postados no Instagram, é possível ver a quantidade de crianças que esperam a visita de Rosamaria, fazendo fila sempre que ela chega. Ela doa frutas, brinquedos e doces para os pequenos; para os adultos, doa cestas básicas, fraldas e leite, ajudando principalmente as famílias mais vulneráveis, com pai e mãe desempregados.

Roupas e cobertas também fazem parte da lista de distribuição, mas tudo sempre depende do que recebe de doações, chegando a contemplar não apenas os moradores da comunidade, mas também pessoas em situação de rua.

Direitos autorais: reprodução Instagram/@mulhermaravilha81.

Rosamaria não apenas ajuda a alimentar a esperança e o sonho das crianças, mas mostra para todos que boas ações são capazes de mudar famílias inteiras. Muitas têm sobrevivido com doações, precisando de apoio em um momento tão complexo, algo que a Mulher-Maravilha não hesita em oferecer.


Mesmo em extrema pobreza, mãe de 4 crianças cuida de recém-nascido abandonado

Artigo Anterior

Colocar um filho no mundo é fácil, ser pai e mãe é que é o verdadeiro trabalho!

Próximo artigo

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.