publicidade

Viaje para dentro de si mesmo…

Pudesse a árvore vagar e mover-se com pés e asas não sofreria os golpes do machado nem a dor de ser cortada,



Não errasse o sol por toda a noite, como poderia ser o mundo iluminado a cada nova manhã?

E se a água do mar não subisse ao céu, como cresceriam as plantas regadas pela chuva e pelos rios?

A gota que deixou seu lar, o oceano, e a ele depois retornou, encontrou a ostra a sua espera e nela se fez pérola.

Faltam-te pés para viajar?



Viaje dentro de ti mesmo, e reflete, como a mina de rubi, os raios de sol para fora de ti.

As jornadas trazem amor e poder de volta para você.



Se você não puder ir a lugar algum, mova-se nos caminhos do Ser,

Eles são como raios de luz, sempre mudando, e você muda quando os explora.

Uma viagem como essa pode transmutar teu pó em ouro puro,

Ainda que a água salgada faça nascer mil espécies de frutos, abandona todo amargar e acidez e guia-te apenas pela doçura,

E o Sol de Tabriz que opera todos os milagres: toda árvore ganha beleza quando tocada pelo sol.

 

Rumi

Via: Universo Natural

Baixe o aplicativo do site O Segredo e acompanhe tudo de pertinho. Android ou IOS.

Texto escrito com exclusividade para o site O Segredo. É proibida a divulgação deste material em páginas comerciais, seja em forma de texto, vídeo ou imagem, mesmo com os devidos créditos.




Deixe seu comentário

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.